Quem aí pelo menos por uma vez já não se sentiu incomodado pelos latidos dos cães? Apesar de serem bem raras, existem algumas exceções, mas o latido é uma ação instintiva e natural do cão.

O que muita gente não sabe é que existem raças que são mais propensas a latir e outras não. É muito importante frisar que existem vários fatores que podem contribuir para o aumento destes latidos em qualquer raça.

Na seqüência do artigo você vai conhecer as raças que latem muito, pouco e aprender alguns métodos eficientes para minimizar a incidência dos latidos. Trabalhar na área que serve como gatilho de latido é o principal passo.

Raças que latem muito

  • Yorkshire
  • Cairn
  • West Highland
  • Poodle
  • Chihuahua
  • Pastor de Shetland
  • Setter Irlândes

Raças que latem pouco

  • Bloodhound
  • Golden Retriever
  • Pug
  • Buldog Francês
  • Basenji

OBS: As raças que não foram citadas nas listas acima têm comportamentos naturais e não latem muito e nem pouco.

Quais raças de cães latem menos?

Quais raças de cães latem mais?

Causadores de latidos

Um cachorro treinado e devidamente socializado certamente vai apresentar menos latidos inesperadamente ou em excesso. Os principais motivos para desencadear os latidos do seu cão são naturais, uma simples batida de porta, barulho ou voz estranha, tudo isso pode provocar um latido de alarme natural.

A forma mais natural de evitar este tipo de reação é através de uma socialização do cão com humanos e outros animais. Este treinamento de socialização é ainda mais eficaz se realizado durante a fase filhote do animal.

Necessidades não satisfeitas

Outra razão bem comum para justificar os latidos em excesso está na tentativa do cão avisar ao dono algum problema ou necessidades como fome, sede ou ansiedade.

Quando o animal é sujeito a uma alimentação ruim, a falta de nutrientes essenciais não satisfaz as necessidades nutricionais de seu cão, por isso é muito importante que a alimentação do seu animal seja feita com rações de qualidade.

É importante saber que os cães confinados em áreas pequenas e que não praticam exercícios podem latir por tédio. É primordial que seja implantada uma nova rotina de vida, praticar exercícios e variar o dia a dia do animal são ações eficazes no combate aos indesejados latidos.

Considerações Finais

Você que pensa em comprar ou adotar um cachorro deve reservar um momento para passar com seu “futuro” cãozinho. Observar o animal e ver seus hábitos naturais e principalmente quanto aos latidos, certamente pode evitar problemas futuros.

Lembre-se que cachorros que latem muito podem trazer muitos problemas com seus vizinhos. Tente conversar com eles e explicar que você está tentando corrigir esse comportamento.

Durante o treinamento do seu cão você jamais deve utilizar métodos abusivos ou cruéis como gritar ou bater, utilize sempre palavras calmas e recompensas quando o resultado for o desejado, valorize os acertos muito mais do que puna os erros.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Um comentário para “Quais as raças de cães que latem mais?”

  1. Izabella

    Eu não acho, meu york só late quando eu estou comendo, e muito pouco!

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)