Raças de cachorros pequenos

Escrito na categoria "Animais exóticos" por André M. Coelho.

O cachorro é o melhor amigo do homem. Como já dizia Vinicius de Moraes, é o uísque engarrafado, ou o contrário! O que importa é que independente do tamanho, são sempre companhias fiéis e agradáveis. Hoje vamos oferecer uma lista especial com esses amiguinhos pequenos e graciosos, que não dispensam nunca um latido forte quando o dono está em apuros, ou apenas para brincar.

Sem mais delongas, abaixo algumas das raças de cachorros pequenos. Ah, também incluímos algumas qualidades e preço dos cães.

Qual o cachorro mais pequeno do mundo: as raças

A disputa é acirrada entre diversas raças, mas o Chihuahua geralmente é considerada a menor raça entre todas.

Bichón Frisé: O temperamento feliz é a primeira qualidade da raça Bichon Frise. Eles são muito pacientes e amam a todos. Os bichon frises podem ser facilmente treinados e são naturalmente sociais. Eles se tornam muito amigáveis com as crianças e outros animais de estimação da família.

Fox Paulistinha: Com olhos curiosos, essa pequena raça encanta pela agitação de criança. Mede de 30cm a 38cm e tem facilidade para ser adestrado, devido à sua inteligência incomum!

Menores cães do mundo

Há cães pequenos para todos os gostos, desde os donos mais preguiçosos aos donos mais fisicamente ativos. (Imagem: Tiny Terrier)

Maltês: Exibindo um andar de madame,essa pequena raça é ideal para quem gosta de cachorros pequenos e elegantes. Existindo somente na cor branca, mede de 25cm a 35cm. Outra característica é o temperamento desconfiado, sempre atento aos paparazzi de plantão!

Chihuahua: A aparência frágil enganam aqueles que fazem pouco caso do Chihuahua. Esse pequeno cão que pesa entre 1,5kg e 3kg, possui grande disposição para brincar e também para espantar supostos invasores, latindo ao menor ruído sem pestanejar!

Scottish Terrier: Mesmo com suas pernas bem curtas e o rosto de velho senhor, esse pequeno cachorro surpreende pelo bom humor. Lembra um Sherlock Holmes contando piadas com seu cachimbo de lado. Ótima companhia para crianças e idosos.

Jack Russell Terrier: Originário da Inglaterra, esse pequeno cão de pelagem mesclada gosta de correr atrás de objetos com a língua pra fora! Mede de 25cm a 30cm e é famoso pela coragem.

Pinscher: Com uma conformação física forte e imponente, o Pinscher é um pequeno cachorro famoso pelo trote e seus passos harmoniosos, como se estivesse ao som de uma banda militar. Pode medir de 25cm a 30cm e sua coloração normalmente é marrom.

Beagle: Famoso principalmente por ter inspirado o personagem de quadrinhos Snoopy, o Beagle é um cão curioso e extremamente afetuoso, que mede aproximadamente 35cm. Assim como o personagem, é inteligente, e pode ser encontrado nas cores preta, branca e marrom, tripla ou duplamente.

Shih Tzu: Quem não se lembra da cachorra Priscila da TV Colosso? Ao contrário da grandolha personagem, essa raça é conhecida pelo pequeno tamanho. Bonita e atraente, é uma raça que necessita de constantemente escovação e banhos uma vez por semana.

Yorkshire Terrier: O pêlo vistoso do Yorkshire Terrier atrai os olhares até dos que dispensam cachorros. Essa pequena raça tem forte personalidade, um temperamento atrevido e inteligência diferenciada, além de ser super adaptável em pequenos espaços.

Pug: Um gorducho e pequeno cachorro, de olhos manhosos e carência afetiva. Quem escolher o Pug, terá uma companhia ávida por carinho durante todo o dia. Além disso, é dono de um temperamento tranquilo e equilibrado.

Pequinês: Um cãozinho compacto, que exibe grande dignidade. Alegre, dócil e amoroso é uma das mais queridas raças de pequenos cachorros, adorado por todos que gostam desses animais de estimação.

Dachsund: Famoso Salsichinha, afinal seu nome é praticamente impronunciável! Dono de corpo arredondado e focinho alargado, é uma ótima opção para quem quer variedade de cores. Pode ser encontrado na pelagem marrom, avermelhada, arlequin e preta. Possuem ótimo faro e são bons corredores.

Cachorros pequenos

Com muitos pelos, poucos pelos, e até cachorros “rebaixados”, os cachorros pequenos estão em todos os lugares. (Imagem: Quora)

Como cuidar de cachorro pequeno? Qual o melhor para apartamento?

Antes de mergulhar na propriedade de cães pequenos, é importante saber que tipo de cuidado as raças de cães pequenos e pequenas misturas requerem. Embora a personalidade varie de cão para cão, você descobrirá que as necessidades de um cão pequeno são bem diferentes das de um cão grande.

Qualquer uma das raças de cães pequenos pode ser boa para apartamentos. Converse muito com o criador para saber de peculiariades para pode escolher o apropriado.

Aqui está tudo o que você precisa saber sobre como cuidar de raças de cães pequenos!

1. Tempo de vida

Os cães pequenos tendem a viver mais do que os cães grandes – às vezes vários anos. Portanto, antes de desistir de adotar um desses preciosos cachorros de brinquedo, certifique-se de que está pronto para um compromisso de longo prazo. Enquanto um cachorro grande pode viver apenas 12 anos, muitos cachorros pequenos vivem mais de 17 anos ou mais!

2. Dieta

Outro aspecto importante de possuir raças de cães pequenos é a dieta. Os cães pequenos requerem menos calorias do que os cães grandes. Olhe para o rótulo da sua comida de cachorro preferida. Isso o ajudará a determinar o tamanho da porção adequado para seu amigo canino. Ligue para seu veterinário se você ainda não tiver certeza de quanto seu cão deve comer.

Seu veterinário também pode aconselhá-lo a alimentar seu cãozinho com ração feita especialmente para raças de cães pequenos. Ração para raças de cães em miniatura e raças de cães pequenos vem em pedaços menores que são mais fáceis de mastigar.

3. Exercícios

A quantidade e a frequência com que as raças de cães pequenos precisam se exercitar variam. Alguns cães pequenos têm muita energia, enquanto outros são viciados em televisão. Em geral, raças de cães pequenos e em miniatura provavelmente irão um pouco mais devagar do que cães grandes. Certifique-se de não correr muito rápido para as pequenas pernas do seu cão!

Você também pode querer prender a guia a um pequeno arnês de cão em vez de uma coleira. Algumas raças de cães pequenos prendem facilmente as coleiras nas pernas. Um pequeno arnês para cães pode ajudar com este problema. Além disso, alguns cães pequenos escorregam facilmente uma rótula. Se o seu cão estiver mancando, passe os dedos pela perna dele do tornozelo ao joelho para colocar a rótula de volta no lugar. Se o seu cão continuar a mancar ou parecer estar com dor, chame imediatamente o seu veterinário!

Como adestrar cachorro pequeno?

Não há ligação entre raça e agressão, mas alguns pesquisadores suspeitam que haja uma relação vaga entre tamanho e agressão. Talvez ao contrário da intuição, alguns especialistas em animais acreditam que os cães pequenos e de brinquedo são mais agressivos do que os maiores.

Mas não se desespere! Frequentemente, corrigir a agressão, ou preveni-la em primeiro lugar, se resume a uma socialização e treinamento adequados. Certifique-se de que seu cão estabeleça excelentes habilidades sociais assim que você o levar para casa. É muito mais fácil formar bons hábitos do que quebrar os maus. Recomendamos praticar o treinamento de reforço positivo. Se o reforço positivo não parece estar funcionando, procure o conselho de um profissional. Os treinadores de cães sabem como transformar seu cãozinho azedo em uma namorada total. Também não deixe de ler nosso artigo sobre latidos excessivos!

Quanto à socialização, exponha regularmente seu cão a outros filhotes e estranhos. Assim como os humanos, os cães aprendem boas maneiras com a experiência. E a prática leva à perfeição! Seu cachorro latia para outros filhotes? Ou eles farejam provisoriamente o traseiro do outro cão? Se eles fizerem o último, seu cão está no caminho certo! Cheirar a bunda de outro cachorro é o equivalente canino de um aperto de mão educado.

Quanto custa ter um cachorro pequeno?

Todos esperamos economizar e reservar dinheiro para grandes despesas, como um carro novo ou o pagamento da entrada de uma casa. Mas, o que muitos de nós não consideramos, quando estamos admirando aquele adorável cachorrinho, é o custo real de ter um cachorro.

É importante levar em consideração quanto do seu orçamento será usado para cuidar do seu cão ao longo de sua vida. Pode não ser tanto quanto a mensalidade da faculdade, mas também não é tão barato assim. Claro, o companheirismo e o vínculo entre o cão e o humano não têm preço. Mas se você deixar de mapear a extensão das despesas em que incorrerá, uma despesa imprevista pode fazer com que você escolha entre cuidar de seu cão e manter as luzes acesas. Resumindo, ter um cachorro é um grande investimento.

O gasto médio com cães pequenos, mensalmente, está entre 20% e 30% do salário mínimo. Mas para onde o dinheiro está indo?

Saúde: as visitas de rotina ao veterinário, uma ou duas vezes por ano, incluindo exames de bem-estar, vacinas, testes de laboratório e atendimento odontológico podem custar bastante por ano, dependendo do seu cão e de onde você mora. Isso não inclui emergências ou medicamentos que seu veterinário possa prescrever. Planos de saúde podem reduzir estes gastos.

Cuidados com a beleza: depende muito da raça. Um Basenji, por exemplo, quase se mantém limpo e requer muito pouco no que diz respeito à higiene. Um maltês, por outro lado, pode exigir cuidados caros e profissionais. Cuidar do seu cão em casa pode custar tão baixo quanto uma compra única de escova para cuidados profissionais frequentes.

Comida: quer você dê comida seca de supermercado ou uma dieta de comida crua, os custos podem variar. Algumas raças podem exigir cuidados especiais com alimentação, deixando os valores mais caros.

Brinquedos e guloseimas: para alguns cães, uma velha bola de tênis e uma meia são os melhores brinquedos do mundo. Mas a maioria dos donos de animais não pára por aí. Na verdade, eles vão gastando cada vez mais. Depois, há adestramento, coleiras, coleiras, caixotes, treinamento, suplementos, passeadores de cães e taxas de veterinário de emergência, que a Forbes levou em consideração ao apresentar seus números de parar o coração.

Quanto custa um cachorro pequeno?

Para comprar um cachorro pequeno, o preço varia. Porém, nunca compre um cão barato demais. Estes cães são geralmente criados em péssimas condições, com pouca ou nenhuma preocupação com a genética. E rapidamente, o barato vai sair caro, porque o cão vai apresentar uma série de problemas de saúde que exigem cuidados médicos caros.

Dependendo da raça, sua popularidade e disponibilidade no país, o preço começa em 3 salários mínimos. Existem raças mais exclusivas que podem chegar a mais de 10 salários mínimos.

É extremamente importante pesquisar pelos criadores na sua região e encontrar os mais renomados. Grupos de criadores nacionais podem te ajudar e indicar nomes para sua compra. Os melhores criadores dão garantia para os animais, e te acompanharão em todo o processo de criação do animal.

Cães pequenos em fotografia

Cães pequenos também são muito fotogênicos. (Imagem: Reader’s Digest)

Como aplicar vacina em cachorro pequeno?

Criar um cão pequeno exige habilidade e desejo especiais. E um dos cuidados está na vacinação dos cães pequenos.

As vacinas podem ser uma grande confusão. É importante não “derrubá-los” com vacinas combinadas. Mantenha o número de vírus na vacina simples para ter sucesso. Comece com os antígenos vacinais simplificados e, em seguida, aumente gradualmente até que tenham idade suficiente (e sejam grandes) para lidar com as vacinas combinadas.

O peso ideal para começar a vacinação é mais de meio quilo, mas isso pode ser de sete a oito semanas e um pouco tarde para Parvo. Por volta das seis semanas de idade, use uma vacina apenas de Parvo com um anti-histamínico e certifique-se de que eles continuem amamentando. A resposta comum de um cão minúsculo aos vírus é parar de comer – uma das razões para limitar a vacina do vírus apenas ao Parvo.

Vacinas Combinadas:

Tenha cuidado com as combinações e vacinas de 5 vias quando tiver menos de um quilo. A combinação Distemper / Parvo (Nobivac Puppy-DPv) é bem tolerada e deve ser administrada em 10 semanas. O filhote de 12 e 16 semanas pode usar o reforço DPv ou a vacina 5-vias, se desejar. Continue a garantir que eles continuem comendo!

Vacinas injetáveis ​​de meia dose:

Nunca use vacinas injetáveis ​​de meia dose. Nenhum estudo mostrou que a divisão da vacina é confiável – resulta em níveis desiguais de antígenos em cada seringa. Em vez de vacinas combinadas de meia dose, é possível reduzir o número de antígenos colocados em seus corpos pequenos com uma vacina simplificada. Isso significa menos antígenos, mas proteção máxima, e toda a vacina é necessária para estimular a imunidade com sucesso. Depois de fazer isso, é possível desenvolver essa proteção com vacinas combinadas.

Vacinas intranasais:

Ao usar vacinas intranasais, a coisa mais importante a lembrar é ser gentil e manter a vacina intranasal intranasal. Seus narizes minúsculos precisam ter um volume menor de vacina, então use apenas metade dos diluentes líquidos para reidratar o vírus / bactéria liofilizado. Com menos volume, você terá menos probabilidade de injetar a vacina na traqueia e fazer o filhote tossir. Um método fácil é simplesmente colocar as gotas no nariz e deixar o filhote puxá-las sozinho. Ao pingar no nariz, você não força a vacina de forma alguma. As vacinas intranasais são muito seguras e causam poucos problemas se você manter isso em mente.

Reações a vacinas:

As reações podem acontecer com todas as vacinas. Se eles ficarem apáticos e você suspeitar de uma reação, não espere para tratar – dê-lhes um anti-histamínico imediatamente, apenas algumas gotas. Alguns criadores irão pré-medicar, administrando-o 30 minutos antes da vacinação para reduzir o risco de reação. Este é um bom hábito – não queremos perdê-los por reações que sabemos como prevenir. Eles não reagem às vacinas intranasais, então nós apenas pré-medicamos para vacinas injetáveis.

Antibióticos e vacinas:

Mais uma coisa a ter em mente: nunca dê vacinas intranasais enquanto estiver tomando antibióticos. Os antibióticos matarão a Bordetella viva modificada na vacina e você não obterá a imunidade de que precisa. Certifique-se de que seus cães estão sem antibióticos por três dias antes e depois da vacina. Uma semana após a vacinação é o melhor, mas nem sempre é possível.

O cãozinho exige cuidado e atenção especiais para se desenvolver. Mas, ao simplificar suas vacinas, você pode criar cães saudáveis ​​de forma consistente e garantir que eles forneçam a alguém um novo melhor amigo!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André sempre se preocupou com animais de estimação e já teve cachorros, gatos, chinchilas, peixes, e hamsters. Para poder cuidar dos seus bichos, teve de pesquisar e estudar muito, conversando com técnicos e profissionais da área. Desde 2012, decidiu compartilhar com os leitores do blog o conhecimento que aprendeu em todo este tempo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

9 comentários para: “Raças de cachorros pequenos”

  • Elisete Bonifacio

    Eu quero um micro toy para mim como eu faço para ter um pedigree com pelagem branquinha?

  • Giovana Ferreira

    Olha é muito leegal esse site, vou ganhar um poodle e estou muito feliz

  • Valdice Bela de Jesus

    Queria muito adotar um micro toy fêmea, para me fazer compania, tenho três filhos, mas já se casaram, um companheiro com cancer que vive mais na banhia, por causa do clima, só vem com tem consulta no hc nas clinicas, e eu me sinto tão só… Será que eu conseguiria uma doação…

  • Rebecca

    Eu ganhei um cachorro shih tzu eu estou tão feliz ele e o cachorro mais do do mundo…

  • Socorroramos

    Adoro cachorro tenho cinco. Mais o meu maior sonho era ganhar um da raca pequena.

  • Lilia Cavadas

    Oi, boa noite! Gostaria de saber em que petshopps em encontro o poodle zero, micro toy, tenho um toy e gostaria de ter mais um, só que o menor deles. Moro no RJ. Como saber se realmente ele é o micro toy?

  • Joao Guilherme(john)

    Oi eu queria saber qual é raça que a carinha dela é peludinha por favor alguém sabe se saber vocês podem responder? (é pra minha namorada)

  • Jacqueline Siqueira de Matos

    Quero ganhar um poodle toy fêmea!

  • Regina Maia

    Olá boa tarde, se for possível quero ganhar um filhote de poodle micro toy fêmea, pois moro em apartamento e dia 17/04/2015 perdi minha Lalinha que estava comigo a 15 anos, no momento não estou em condições de comprar e se alguém quiser me fazer essa caridade além de ficar muito feliz serei grata pela eternidade.Obrigada e que Deus abençõe.