Ao longo da pesquisa para fazer esta publicação nós encontramos diversos problemas na relação entre os cães e seus donos, vários deles estão relacionados à escolha errada do filhote.

Grande parte das pessoas não se preocupa em realizar uma pesquisa detalhada e acabam por escolher o cão pela beleza da raça ou simplesmente porque se identificou com ela.

Apesar de parecer loucura, as pessoas esquecem que este filhote vai crescer e às vezes muito mais do que eles imaginava, sendo assim, este motivo de alegria acaba trazendo conflitos para ambos.

Para ajudar a evitar problemas como estes citados acima, resolvemos fazer este artigo para instruir você que pensa em comprar ou adotar um cachorro de estimação.

Tamanho que o animal vai ficar quando adulto

  • Lembre-se de pesquisar sobre a raça do filhote e descobrir seu tamanho adulto, grande parte das pessoas escolhe uma raça que sua família e ambiente não estão preparados para receber.

Tamanho da área que ele vai ficar

  • Você jamais deve ter um cão para deixá-lo confinado em espaços pequenos, pois isso certamente vai gerar estresse para ambos. Os animais vão acumular energia e muitas vezes eles acabam descontando nos móveis e objetos.

Respeite as características físicas de seu cão

  • Você deve conhecer as limitações e características do seu futuro cão. Por exemplo, jamais compre um Buldog Francês com intuito de ter uma companhia em suas corridas matinais, os cães desta raça têm focinhos curtos e apresentam uma enorme dificuldade para esse tipo de exercício.

Cães não são presentes

  • Muita gente tem mania de presentear alguém com um cão, pense que a decisão de ter um cachorro vai muito mais, além do que pegar e colocá-lo dentro de casa. É importante que o assunto seja discutido em família e que a chegada de um novo membro seja mesmo para acrescentar coisas positivas.
Comprar ou adotar um cachorro?

Dicas para saber como escolher uma raça de cachorro

Ter um cão te trará novas despesas

  • Você deve ter em mente que tem os gastos e que não são poucos, lembre-se que é preciso ração de qualidade, vacinar, vermifugar, realizar visitas veterinárias periódicas, além das possíveis despesas emergenciais.

Necessidade de passeios

  • Os exercícios físicos são essenciais para a qualidade de vida de todo cachorro, seja qual for o tamanho e a raça, eles precisam de passeios regulares. Durantes estes passeios o cão ganha qualidade de vida, além de se socializar com outras pessoas e animais.

Cães de guarda não são intolerantes

  • Ao buscar um cão para desempenhar esta função, você deve sempre procurar um adestrador responsável e qualificado. O adestramento deste tipo quando é mal feito é extremamente perigoso, colocando em risco a vida da sua família e também do próprio animal.

O barato pode sair caro

  • Se você optar pela compra de um cãozinho de estimação, aconselhamos que você pesquise bem e em vários lugares, o preço pode variar bastante e neste vai e vem de informações você pode cometer alguns erros. Jamais compre animais com preço abaixo do normal, pois certamente você pode estar sendo enganado. Pergunte sobre a idade, as vacinas que já tenha tomado, sobre os hábitos e questione tudo que você possa. Certamente esta é a melhor forma de prevenir problemas futuros.

Adotar é tudo de bom

  • Particularmente eu sou um defensor da adoção, os mesmo animais que você encontra no petshop estão precisando de donos nas ONG’s que tratam de adoções de animais. Talvez você não conheça este trabalho e por isso te aconselhamos a buscar as feiras de adoção da sua região, existem vários animais maravilhosos esperando amor, carinho e um novo lar.

Agora você tem vários pontos importantes para observar antes de tomar esta decisão. O cão deve ser como um filho, você deve pensar em cuidar dele com tudo do bom e do melhor, não só materialmente, mas com muito afeto, atenção e amor! Pense sempre nisso antes.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)