O latido é uma característica hereditária para cães e é o método usado por estes animais para se comunicar com outros bichos e pessoas. Enquanto os cães vão latir para outras pessoas por várias razões diferentes, muitos proprietários de cães acham que é útil ensinar seu cão a latir para estranhos, principalmente os proprietários de cães de guarda. Ensinar esse comportamento, principalmente para tornar o cão capaz de diferenciar estranhos de de familiares, requer paciência e uma formação consistente, em um treinamento muito bem estruturado.

Como deixar o cachorro bravo com estranhos: cuidado

Não confunda deixar seu cão alerta, com deixar seu cão bravo e com a habilidade em fazer seu cão latir ou parar de latir. Há uma grande diferença. Darei o exemplo de um vizinho, que tem um cão da raça Golden Retriever.

O cão late ao mínimo estímulo, o dia inteiro. De acordo com o vizinho, o cão recebeu treinamento. Eu poderia acreditar nisso, se o cão parasse de latir quando ele recebesse os comandos dele. Mas existem outros fatores estressantes: ele tem um quintal relativamente pequeno, ele não leva o cão para passear e Golden precisa de muito exercício, o cão está com um certo sobrepeso. Tudo isso gera estresse e o cão passa a ser bravo não com a família, mas com todo mundo ao redor da casa, mesmo quando o proprietário dá comandos. Em algum momento, isso pode se virar contra a família, e ele pode começar a ser agressivo com os próprios familiares, se é que já não ocorreu um desses casos.

A moral da história, é que você quer um cão alerta, que saiba diferenciar um rato de um ladrão pulando um muro. Que vá latir apenas e somente em uma situação que apresente risco aos moradores da casa, e não porque é agressivo aos passantes na rua. Um bom treinador de cães, hoje em dia, é plenamente capaz de ensinar essa habilidade aos cães, assim como você também pode, com muita dedicação, carinho, e paciência.

 

Ensinando o cão a latir

Um erro comum é as pessoas desejarem um cão bravo e não um cão alerta. Cuidado com isso, ou você pode acabar com um cão extremamente agressivo a todo tipo de pessoa. (Foto: www.goodhousekeeping.com)

Como deixar seu cachorro forte: outro passo importante para um cão valente

Junto a um treino de disciplina, um cão deve receber um treino de condicionamento. Exercícios físicos todos os dias, como um passeio pelo quarteirão do bairro, com velocidades alternadas, e uma pequena corrida de obstáculos. Na corrida de obstáculos, devem ser inclusos comandos ao cão, tais como salte, por baixo, por cima, direita, esquerda, etc. É mais uma oportunidade de treinar seu cão para ser mais valente e confiante. Tudo isso tem um motivo.

Ao fazer isso, você está imitando o comportamento de um líder de matilha. Os cães tem o instinto de aprenderem e seguirem e o líder de uma matilha na natureza. Você, como treinador, age como o líder da matilha, e o cão vai imitá-lo.

Como deixar um cachorro valente: ensine comandos básicos ao cão

Todo cão valente tem que saber obedecer comandos. Sentar, dar a pata, falar, parar, quieto, para dentro, para fora, silêncio, deitar, descer, subir, são apenas alguns dos comandos que o cão tem que aprender para ser um cão valente e não violento. Sempre que você der o comando e o cão repetir o comportamento que você quis que ele executasse, faça um carinho nele e dê um petisco ao cão. Esse é um treinamento eficiente para comportamentos básicos. Alguns cães entendem isso mais rápido, outros demoram um pouco mais para entender.

Para todo comando, lembre-se de sempre ter um oposto. Se você tem um comando para latir, você tem que ter um comando para quieto/silêncio. Um comando para sentar, e um comando para levantar. Um comando para ir para fora, e um comando para entrar.

 

Esse treinamento deve ter o envolvimento de familiares e amigos no treinamento, para acostumar o cão a receber comandos de conhecidos, e deixá-lo mais seguro com pessoas fora do círculo caseiro. Sempre que um novo amigo chegar na residência, crie um ritual de apresentação para o cão, com o visitante dando carinhos e petiscos ao cão perto do dono. Esse ritual sempre será necessário.

Mas isso não é deixar o cão bravo…

Lembre-se que falamos acima que há uma diferença entre deixar um cão bravo e um cão alerta. O primeiro trabalho é criar uma relação de confiança com o cão e o núcleo familiar e dos amigos mais próximos. Vizinhos também devem passar por esse ritual, para evitar que o cão fique latindo quando ver algum deles por uma cerca ou em uma janela.

Deixar o cão valente é deixar o cão confiante primeiro, seguro de que você sabe o que está fazendo, e de que sabe as orientações que está dando ao cão. Treine o cão com muitos estímulos nesse ponto: campainhas, buzinas, baterias, panelas, etc. O cão tem que estar preparado para reagir apenas quando necessário.

 

Abaixo, um curso de adestramento de cães de guarda, para mostrar um pouco do que estamos falando neste artigo.

Diferenciando estranhos de conhecidos

Nós não recomendamos que você treine seu cão a atacar, seja estranhos ou conhecidos. Deixe esse tipo de treinamento para profissionais, pois mesmo os profissionais demoram anos para conseguir treinar cães para esse tipo de habilidade. O que você pode fazer é treinar o cão para diferenciar estranhos de conhecidos.

Chame um amigo e peça o amigo para chamar um conhecido qualquer. Deixe ambos atrás da porta. Peça o amigo para abrir a porta e quando ele abrir, de um sinal ou comando para o cão (carinho, comando de voz, petisco, etc), mostrando que aquela pessoa é uma conhecida. Quando o estranho abrir a porta faça outro comando, para que o cachorro lata para o estranho se o estranho agir de forma agressiva apenas, reagindo de forma diferente. É um treinamento difícil, e pode exigir a ajuda de muitos amigos e conhecidos.

O carinho: mesmo o cão mais bravo vai precisar

Por fim, é extremamente importante que um cão receba, necessariamente nessa ordem: exercício, disciplina, afeto. É uma metodologia usada pelo treinador de cães Cesar Millan, famoso pelo seu programa O Encantador de Cães. Você pode usar outras técnicas mas basicamente, todas são variações desses três princípios. Vale sempre a dica: comece todo treinamento de cães com profissionais, pelo menos por uma/duas semanas, absorva o máximo de conhecimento, e dê continuidade em casa ao treinamento.

Você tem um cão valente em casa? Como foi o treinamento do cão? Você mesmo que deu o treinamento ou pagou um adestrador?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)