Muitos de nós tivemos aquelo momento em que o nosso cão, de repente não parece tão amigável. Pode ser aquele rosnado quando ele está comendo, quando você está aparando as unhas dele, ou aparando as unhas do cão. É difícil saber o que fazer. Mas você precisa saber como agir nessas situações para reagir corretamente.

Cachorro rosnando para o dono: entenda que “agressivo” não é o mesmo que “ruim”

É normal um cão rosnar para o dono ou para qualquer pessoa. É uma reação natural a certos estímulos. E ele vai dar vários avisos antes de rosnar. Geralmente ele vai baixar, as patas dianteiras, baixar as orelhas, mostrar os dentes, e você vai ouvir um barulho de respiração tremida antes do rosnado. O cão também vai apresentar comportamentos diferentes antes de rosnar para o dono, como se tornar arredio a carinhos, não querer proximidade de pessoas, recusar certas coisas normais que o dono fazia antes. Isso não significa que o cão seja ruim.

O cão pode estar agressivo porque o dono permitiu que esse comportamento evoluísse porque não censurou o cão antes. Ou porque o cão está estressado por um problema de saúde, alguma questão ambiental, ou outro problema semelhante. Seja qual for o problema, entenda que a agressividade é uma questão que pode ser trabalhada e solucionada permanentemente.

Cachorro agressivo e cuidados

Quando o cachorro ficar agressivo, o quanto antes você lidar com esse comportamento, melhor será para tratar o problema. (Foto: www.cesarsway.com)

Cachorro estranhando o dono: saúde comportamental do cão

A grosso modo, quanto mais comportamentalmente saudável um cão é, mais relaxado que ele estará em diferentes tipos de situações, e menos propenso a estranhar o dono. Além disso, um cão comportamentalmente saudável fornece avisos passo a passo de agressividade, começando com algo mais gentil, como se afastar do dono, e procedendo para algo mais sonoro e agressivo, como rosnar ou até morder. Muito raramente o cão vai partir para as duas últimas opções.

O que fazer quando o cachorro avança no dono: nada de confrontar o cão!

Então, já sabemos que os cães que estão se tornando agressivos vão dar avisos. e cães comportavelmente saudáveis não vão apresentar problemas de comportamento, num geral. Esses dois fatos juntos ajudam a explicar porque é melhor responder sem confrontação ao rosnado de um cão ou à pressão de um cão que avança.

Em primeiro lugar, associado a quase todas as agressões de um cão está o estresse, seja um enorme estressor no momento ou um acúmulo de pequenos estressores em um período de tempo. Tenha em mente que este é o estresse do ponto de vista do cão, e que muitos cães não estão em saúde comportamental perfeita. Não importa o quanto você gosta da criança ao lado do cão, se o seu cão rosna para ela, pode ter certeza que aquele estímulo já está estressando ele há um bom tempo. Se você punir o seu cão pelo rosnado ou por avançar, você essencialmente o castigou por avisar que ele está perto do limite que ele pode suportar de estresse antes de agredir alguém.

Segundo, se a sua punição é perfeitamente calibrada, ele nunca irá rosnar ou avançar novamente. Agora, será possível acariciar o cão na cabeça e ele vai ficar parado. Mas ele não estará se sentindo bem sobre isso. O que acontecerá quando uma criança, por exemplo, que não sabe o que é um carinho, puxar o rabo do cão ou enfiar um dedo na orelha do cão ou correr até ele quando ele estiver comendo o jantar?

Cachorro morde o dono! O que fazer? 

Um ataque do cão é uma emergência, é claro. Você deve fazer o que for preciso para proteger a si mesmo ou outros. Mas se o seu cão rosna ataca, ou se você pegou um dos sinais de alerta mais sutis que mencionei anteriormente, a sua melhor aposta é a recuar. Saia da situação. Respire profundamente e conte até 50, o suficiente para você e seu cão, tanto para se acalmar quanto para pensar.

Quais foram exatamente, as circunstâncias em torno do comportamento? Você pode identificar quaisquer estressores novos ou mais antigos na vida do seu cão? Você e seu cão precisam de ajuda de um adestrador profissional?

A melhor coisa que você pode fazer agora é reunir informações, antes de qualquer atitude.

Meu cachorro rosna quando faço carinho e outros gatilhos de agressão

Muitos cães tratam suas tigelas de comida, locais de repouso, ou brinquedos favoritos como ambientes só seus, e são extremamente territoriais quanto a isso. Muitos serão mais assertivos quando próximos de pessoas maiores, ou ao redor de crianças que se movem de forma irregular. Será que talvez seu cão não tenha levado uma surra de algum amiguinho cãozinho no passeio? Ou alguém pisou no pé dele de madrugada e está doendo agora? Talvez ele tenha sido treinado de uma forma mais ignorante e agora reage de forma mais antissocial? Ou seu cão é velho e tem artrite, sentindo dores com o toque

Eu sugiro fortemente que você faça anotações escritas. Um relato detalhado do episódio agressivo é essencial se o seu cão precisa de modificação de comportamento, tratamento médico, ou ambos. Enquanto isso, evite novas situações problema de agressividade.

Treinamento para seu cão ficar menos agressivo

Para treinar seu cão, sua melhor aposta é um adestrador de cães credenciado ou um treinador com experiência especial na modificação do comportamento. Se você quer mudar o comportamento por conta própria, alguns princípios podem ser de grande valia.

O uso de dor, medo, ou sustos em um programa de modificação de comportamento não refletem o padrão moderno de cuidados veterinários. Você tem que estimular o cão a comportamentos positivos com reforços positivos, como palavras de carinho e petiscos. Sempre que ele reagir a um comando ou reagir apropriadamente a um carinho, dê o petisco.

Cesar Millan, um famoso treinador de cães do programa Dog Whisperer, diz que cães devem receber sempre exercícios, disciplina, e afeição, necessariamente nessa ordem. Veja se seu cão está recebendo essas três coisas, e pratique no seu dia a dia, corrigindo também os estímulos que estavam provocando a agressividade do cão para discipliná-lo.

Já teve problemas com cães agressivos? Como você resolveu? Seu cão já rosnou ou mordeu você? Como você reagiu?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)