Você já ouviu alguém dizer que algo “cheira a cachorro molhado”? Pobres cães! Eles são culpados por qualquer mau cheiro, não é? A verdade é que o seu cão não deve cheirar mal! Claro, algumas de suas “partes” não vão cheirar a rosas, mas no geral, um mau cheiro geralmente é um problema.

Ok, isso pode ser meio nojento para algumas pessoas, mas um verdadeiro amante de cães vai entender. Eu realmente gosto do jeito que meu cachorro cheira. Para mim, sua pele cheira doce e fresca. Lembro-me de uma amiga minha que, enquanto se aconchegava e esfregava o rosto no pelo de seu cachorro, disse: “Cheira a vida!” Entendo totalmente isso!

Porém, um cheiro forte e fedorento era muitas vezes um problema de pele ruim, ou às vezes cera de ouvido levemente excessiva; um cheiro forte e agudo de leite podre geralmente era uma infecção no ouvido. E, claro, anormalmente o mau hálito é certamente um indicador de problemas de saúde. Algumas raças, como os cães de caça, por exemplo, tem um aroma característico, assim como os cocker spaniels e outros, mas alguns, como os poodles, não têm cheiro perceptível.

Assim como nós, todos os cães têm um cheiro único, causado pelos óleos em nossa pele ou o que ingerimos. Cheirar os pés de um cachorro e eles provavelmente vão cheirar a batatas fritas ou pipoca. Não é um cheiro ruim, mas algumas pessoas acham ofensivo. Um cachorro transpira seus pés, e podemos supor que uma área suada não vai cheirar bem, nem em nós. Mas coloque o nariz no pelo do seu cachorro ou beije o topo da cabeça dele, e você não deve detectar nenhum odor ruim. Os maus odores podem ser o sinal de uma doença grave.

Infecção na orelha do cachorro

Existem tantas razões diferentes para um cão ter ouvidos fedorento, como por falta de limpeza, umidade contínua (por exemplo, nadar), excesso de pelos em cima ou dentro do canal auditivo, etc. E o quão ruim o o cheiro das orelhas também é significativo. Um leve cheiro de fermento pode significar nada mais do que o seu cão só precisar de suas orelhas limpas. Uma infecção no ouvido tem um cheiro muito mais forte e repugnante e deve ser relatada ao seu veterinário imediatamente. Orelhas fedidas e infectadas podem ser reconhecidas à distância. Você acha que o cachorro fede, mas depois de uma inspeção mais minuciosa, você descobre que o cachorro não fede, mas o cheiro das orelhas dele é avassalador.

Rabujo de cachorro

Lembra-se de mim dizendo que meu cachorro cheira doce e fresco? Adivinha? Ele tem seborreia canina, uma condição que, quando não controlada, resulta em um cheiro de queijo mofado, fedido, devido ao acúmulo de sebo e levedura em sua pele. Seu odor foi o que provocou uma visita ao seu veterinário há alguns anos atrás. Uma vez diagnosticada, fomos colocados em um regime rígido de banho, remédios e limpeza de ouvidos que seguimos religiosamente. Não há cura para a seborreia canina, mas pode definitivamente ser tratada. Ele agora cheira como um cachorro “normal” deveria cheirar.

Embora seja provavelmente uma das mais comuns, a seborreia canina não é o único problema de pele que pode causar odor. Alergias, desequilíbrios hormonais, fungos, parasitas e inflamação localizada podem levar a um crescimento excessivo de leveduras ou bactérias na pele e causar um cheiro desagradável. A sarna, também conhecida como rabujo, também pode causar esse mau cheiro. Rabujo, inclusive, já até virou sinônimo para qualquer mau cheiro nos cachorros. O desconforto do seu cão causará excesso de coçar e lamber, o que pode causar uma infecção bacteriana secundária. Uma infecção bacteriana secundária agrava ainda mais o odor. Qualquer cheiro desagradável na pele do seu cão deve ser levado à atenção do seu veterinário antes que ele se transforme em algo realmente prejudicial.

Muitos cães têm sobreposições na pele. Essas dobras podem reter muita umidade e micro-organismos, resultando no acúmulo de bactérias causadoras de infecção. As dobras cutâneas exigem uma limpeza consistente para mantê-las secas e sem odores. Se a pele do seu cão parecer irritada, avermelhada ou fedorenta nas dobras, ele já pode ter dermatite ou infecção. O excesso de banho na tentativa de afastar o odor pode fazer com que o seu cão fique com pouco óleo, causando irritação na pele. Converse com seu veterinário sobre como conseguir um equilíbrio adequado para manter as dobras da pele do seu cão saudáveis.

Cachorro com cheiro ruim

O cheiro de um cachorro pode ser causado por alguma doença. Entender as causas pode auxiliar nos cuidados para evitar problemas com o cão. (Foto: Forbabs)

Mau hálito em cachorro

Mau hálito é normalmente o resultado de um acúmulo de bactérias produtoras de odor na boca do seu cão, no entanto, pode ser algo muito pior. O mau hálito persistente pode ser causado por uma anormalidade não apenas na boca do cão, mas também no sistema respiratório, no trato gastrointestinal ou nos órgãos internos. Algumas doenças farão com que o seu cão tenha mau hálito, nomeadamente diabetes, doença renal ou doença hepática. Geralmente, a questão vem da má saúde dental, acúmulo de tártaro, infecções dentárias e doença periodontal, nenhuma das quais deve ser tomada como um problema leve.

Glândulas anais pode causar mau cheiro em cachorros

Muitas vezes descrito como um “odor de peixe”, o cheiro da glândula anal não é para os fracos de coração. As glândulas anais são pequenas glândulas secretoras em ambos os lados do reto do cão e são uma parte muito natural e necessária da anatomia do seu cão. Infelizmente, muitos cães parecem ter problemas com elas, causando dor, “bagunça” e certamente um odor desagradável. Glândulas anais normais e saudáveis ​​não devem emitir um odor, a menos que você seja um cachorro e esteja farejando. Se as glândulas anais de seu cachorro cheirem mal, elas podem precisar ser cuidadas ou ele tem um problema, e ambos exigirão uma visita veterinária.

Ataques de gases

Se você estiver em um quarto de pessoas e começar a falar sobre cachorros, alguém mostrará o quanto seu cachorro está com gases. Arrotos ocasionais, gorgolejar e flatulência são normais, mas o excesso de gases pode indicar um problema. Um cheiro sujo e pútrido também não é normal. Quando os gases são diários e consistentes, pode ser um sinal de que algo está errado e você deve trazê-lo com seu veterinário. A solução pode ser algo tão simples como uma mudança nos alimentos ou tão grave quanto o tratamento da doença inflamatória intestinal.

Alguns cães são famosos por seus problemas de gases como pugs, bulldogs, boxers. Isso se deve à maneira como seus rostos são estruturados … esses adoráveis ​​narizes retesados ​​fazem com que eles tragam ar enquanto estão comendo, levando a muito ar no sistema digestivo. Há truques para ajudar esses pequeninos a consumir menos ar, como talvez levantar a tigela ou dar-lhes probióticos. Converse com seu veterinário sobre possíveis soluções.

Infecção no trato urinário dos cães

Se seu filhote cheirar a urina, ele pode ter uma infecção do trato urinário. É mais comum do que você pensa, e muito ruim para o cãozinho. Se for uma infecção da bexiga/do trato urinário, você notará outros sinais como uma frequência aumentada para xixis, mais viagens para a tigela de água, ou esforço ou dor ao urinar. Você pode ver sangue em sua urina. Independentemente disso, qualquer odor anormal de urina deve ser discutido com o seu veterinário. Há outras razões para um cheiro forte de urina, como pedras nos rins, diabetes ou até mesmo algum tipo de infecção fúngica, todas exigindo atenção médica imediata.

Falta de cuidado higiênico

Um cachorro sujo é um cão fedorento.  Escovar seu cão ajuda muito a diminuir qualquer odor desagradável entre os banhos. Escovar se livra da sujeira, células mortas da pele, saliva seca e qualquer outra coisa escondida no pelo do seu cão. Você provavelmente ficará surpreso com o quanto melhor seu cão cheirá após uma simples, mas completa escovação.

Mais uma coisa: certifique-se de manter as roupas de cama do cão limpas. É uma tarefa difícil manter todas as suas camas limpas, mas faz uma enorme diferença não apenas no cheiro dele, mas também na maneira como a casa cheira. Também ajuda a lavar os brinquedos de pelúcia e as cordas de lã do seu cão. O acúmulo de saliva pode fazer com que a respiração do seu cão cheire azeda.

Cheiro de cão molhado

Apesar do fato de que você lava e escova seu cão regularmente, micro-organismos como leveduras e bactérias vivem no pelo do seu cão. É normal. Enquanto o seu cão permanecer seco, não haverá cheiro desagradável. Mas adivinha o que? Esses micro-organismos deixam para trás matéria fecal ou químicos orgânicos. Há toda uma ciência por trás do que acontece quando esses produtos químicos orgânicos ficam molhados, mas eu não sou cientista. A descrição mais simples que eu posso fazer é que esses compostos se separam do pelo do seu cão quando estão molhados, se condensam e depois se dispersam no ar, causando aquele cheiro nojento. A secagem das toalhas por si só não conserta o cheiro. Ele precisa estar completamente seco, seja pelo sol ou pelo ventilador.

Como faz para cuidar do mau cheiro do seu cão? Quais procedimentos acha ideais para deixar seu cãozinho com um cheirinho mais agradável?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)