A coleira para um cachorro de grande porte deve ser muito bem escolhida, pois ao escolher uma coleira errada você pode acabar machucando seu cão ou prejudicando muito seus passeios. Coleiras estão disponíveis em várias cores e desenhos, fabricadas nos mais diversos materiais que vão desde o couro e nylon até o cânhamo e metal.

Qual a melhor coleira para passear com cachorro: comece pelo tamanho

Principalmente para cães de grande porte, você tem que se preocupar com o tamanho da coleira. Certifique-se que o tamanho da coleira é apropriado para o seu cão, e proporcional a guia que você tiver.

Uma coleira e guias finas não são apropriadas para um cão de grande porte, pois ele vai rapidamente destruir esses dois. A construção toda tem que ser resistente, desde o material, até as tiras e clipes que juntam todas as partes da coleira e da guia.

Vários estilos de coleiras estão disponíveis, sendo alguns melhores do que outros para certos fins.

Coleira para cachorro de grande porte: como escolher a guia?

A guia básica para cães de grande porte 3,50 metros de comprimento. Esse comprimento básico é bastante versátil. Não apenas você pode usá-lo para passear com o cachorro, como em caso de emergência, você pode usá-la até para fazer uma focinheira para o cão, ou dobrá-la para guiar o cão de forma mais orientada.

Escolher a coleira certa para cachorro

O tipo de coleira que você obtém para seu cão influencia diretamente a qualidade dos passeios, evitando também possíveis machucados e lesões no cachorro. (Foto: drsophiayin.com)

Guia retrátil para cão de grande porte?

Uma guia retrátil consiste em um material fina em um dispositivo com mola dentro de uma proteção plástica. Quando seu cão se distancia, a guia se desenrola. Quando o cão vem em sua direção, a guia se retrai. Um botão no punho permite controlar o quanto ela pode ser estendida. Pessoas optam por guias retráteis pela conveniência e possibilidade de permitir a exploração dos arredores pelo cão. Mas cães de grande porte podem arrebentar essas coleiras com certa facilidade, ou podem acabar se enrolando e se machucando. Outra desvantagem é que a guia retrátil é grande e nem um pouco portátil, o que pode tornar os passeios um pouco desconfortáveis.

Guia e coleira emborrachada e elástica

Guias e coleiras emborrachadas esticam. Elas podem ser feitos de tubos de borracha ou pode apenas ter uma seção elástica. Esse tipo de guia e coleira é comercializado com o propósito de dar uma margem para o cão esticar a coleira e não se machucar. Com o tempo, esse tipo de coleira e guia perde a elasticidade, e é mais recomendável usar uma guia e coleira mais curtas e treinar o cão a andar com elas.

Guia e coleira longa

A linha de tempo é um tempo muito longo trela. Pode ser uma corda feita de nylon ou de plástico, ou pode ser plana e feita de couro, nylon ou algodão. Geralmente tem mais de 7 metros de comprimento, o que vai corresponder a uma coleira e guia menos resistente, geralmente. Essa guia é uma boa opção para o treinamento do cão, quando você quer treiná-lo para comandos como “venha” ou “pegue”, e não quer que ele se distancie ou fuja.

Guia e coleira de treinamento

Estas podem ser úteis quando você não tem outra coleira disponível, mas não devem ser usadas em uma base diária. Esse tipo de guia é extremamente curto, formando um tipo de laço em volta do pescoço do cão. Esse tipo de laço exerce uma pressão em volta do pescoço do cão quando ele tenta se distanciar, o que força ele a ficar mais próximo e a não desobedecer seus comandos.

Coleira para cachorro grande: tipos e como fazer sua escolha

Coleira de trreinamento: tipo de coleira feito para exercer leve pressão sobre o pescoço do cão quando ele puxar ou desobedecer ordens do dono. Só deve ser usada durante treinamento.

Coleira com garras de metal: são coleiras feitas com pequenas garras de metal na parte interna. Quando o cão oferece resistência, essas garras apertam contra a pele, sem machucar, mas pressionam o suficiente para incomodar e forçar uma mudança de comportamento do cão.

Coleira Greyhound ou Martingale (coleira dupla): feita com dois laços, oferece um excelente controle sobre cães que tem o pescoço mais largo do que a cabeça além de ser mais seguro do que uma coleira de treinamento.

Focinheira: não é exatamente uma coleira, mas já há muitas coleiras que são vendidas com essa proteção. A focinheira é uma precaução, uma forma de fazer com que a boca do cão fique fechada, evitando que ele morda ou ameace outros cães ou pessoas.

Arreio: é a coleira que passa pelas pernas do cão, e não coloca pressão sobre o pescoço. Dessa forma, o cão fica mais protegido e menos propenso a se machucar, principalmente cães mais fortes.

Coleira tradicional: é a coleira normal, que não apresenta qualquer recurso especial. Geralmente plana ou de formato cilíndrico, deve ser reforçada para garantir a resistência para animais de grande porte.

Qualquer que seja a opção, ela vai oferecer vantagens e desvantagens. Você terá que pesar bem de acordo com o objetivo e cuidados que quer dar para seu bichinho de estimação.

Qual a melhor coleira para um cão de grande porte na sua opinião? Por que? Qual coleira você escolheu para seu cão? Deixe nos comentários suas sugestões!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)