A respeito dos problemas dentários dos cachorros, primeiramente falaremos sobre como preveni-los, principalmente o tártaro e doenças periodontais. Em seguida falaremos sobre o tratamento desses males, caso o seu cão esteja passando por isto. Estes são problemas comuns e que merecem mais atenção para deixarem der ser tão comuns assim! Mas antes, uma coisa curiosa, é que apesar dos problemas bucais entre os cães, a cárie é o mais incomum entre eles. Isso porque o PH salivar, anatomia dos dentes e dieta baixa em açucares não favorecem o seu surgimento. Entretanto, o tártaro e outras doenças periodontais acometem 85% dos cães com cinco anos de idade!

  • A prevenção: A troca dos dentes dos cachorros se inicia aos três meses e meio e se completa aos seis meses. Pela alimentação restrita à ração, o cão tem uma forte tendência a formar tártaro e ter a doença periodontal, fazendo-o ter mau hálito, dores e a perda precoce dos dentes permanentes. O mau-hálito e a perda dos dentes são o sintoma mais aparente da falta de higiene bucal do cachorro. Assim como nos humanos, a higiene bucal do cachorro deve ser feita através de escovação, com pastas e escovas específicas para eles. A frequência recomendada da escovação é de duas a três vezes por semana, o que quase nunca acontece, não é mesmo? Muitos cães resistem à escovação e tornam a tarefa impossível. Às vezes a solução é deixar a escovação a cargo de pet shops e veterinários. Além da escovação, outro modo de prevenção é a oferta de alimentos e objetos que o cão possa roer, como cenouras ou ossos (artificiais ou naturais) comprados em pet shops. Roer é o modo de escovação natural do cachorro, que pode ajudar a prevenir o tártaro e as cáries, embora não dispensem a prática da escovação!
Problemas dentários em cães

Como prevenir problemas dentais em cães

  • O tratamento: O tratamento é feito com a tartarectomia, ou seja, limpeza de tártaro. Esse procedimento precisa ser profundo e bem feito, pois a maioria do tártaro se aloja nos sulcos gengivais, e não somente no dente. Ele precisa ser curetado manualmente e com instrumentos específicos. A tartarectomia deve ser feito com o auxílio de anestesia, pois é praticamente impossível fazê-la com o animal em estado normal. Os instrumentos pontudos e cortantes necessitam quietude máxima. A limpeza de tártaro resolve a gengivite e é auxiliar no tratamento da periodontite, que deve ser regularmente acompanhada.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

14 comentários para “Cárie e outros problemas dentários em cachorro”

  1. Nice de Jesus Silva

    Tenho uma cachorrinha de 16 anos que tem todos os seus dentes, ela deixa escovar sem dar bronca fica quietinha.
    Desde pequena deito ela no meu colo e escovo e tiro os tartáros paso fio dental, fluor ela se comporta como gente.
    A minha Beca como é o nome dela é um doce de cachorrinha.

    Responder
    • Equipe Estimação

      Oi Nice,

      Pelo jeito você leva muito jeito mesmo com os animais de estimação.
      Meus parabéns por cuidar tão bem deles.

      Responder
  2. Sebastiana Pereira da Silva

    Tenho uma de 12 anos escovo quase todos os dias

    Responder
  3. Sebastiana Pereira da Silva

    Tenho uma cachorra de 12anos que deixa escova os dentes sem reclamar

    Responder
  4. Tec

    Tenho um cachorro que não deixa de jeito nenhum escovar.

    Responder
  5. Renata

    Oi.
    Adorei os comentários.
    Eu também escovo os dentes do meu Fred, um teckel de 6 anos.
    Mas mesmo assim percebi entre seus Dentinhos superiores da frente, pontinhos pretos.
    Uma vet me disse que cachorro não tem cárie.
    Mas p mim isso tem cara de cárie.
    Sabe me dizer se cães tem cáries?
    E se ha algum local que faz restauração? ( Dentista canino em Sp)
    Muito obrigada!

    Responder
    • Equipe Estimação

      Os pontos pretos são nos dentes ou nas gengivas? Vale a pena levar em um outro veterinário, especializado em problemas bucais, para uma segunda opinião.

      Responder
  6. Ronaldo

    É preciso escovar os dendes do meu cachorro dos os dias

    Responder
    • Equipe Estimação

      Não todos os dias, mas pelo menos uma vez por semana ou mês.

      Responder
  7. Juliana

    Tenho uma cachorrinha de mas ou menos 10anos e ela esta com os dentes da frente todos moles e com careies e com inflamação na gengiva ela não deixa escovar de jeito nenhum! O que faço para aliviar o sofrimento dela!

    Responder
    • Equipe Estimação

      Juliana, o veterinário pode decidir melhor sobre o que fazer.

      Responder
  8. Jennifer Rucci

    Olá eu tenho uma cachorra de 3 anos e seus dentinhos da frente aqueles no meio entre uma presa e outra estão caindo o que fazer eu axo que esta com tartaro…

    Responder
  9. Cláudia

    Boa noite! Acabei de fazer a limpeza de tártaro na minha cadela e foi retirado dois dentes…um deles tinha a raiz quebrada e ficou…o que pode acontecer? Obrigada!

    Responder
    • Equipe Estimação

      Cláudia, é difícil diagnosticar sem ver o caso. Mas sugerimos que leve ao veterinário para evitar problemas futuros com este dente que está com a raiz quebrada.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)