No artigo de hoje você vai aprender várias dicas para ensinar o seu cão a passear com mais educação e tranqüilidade. Certamente você já viu alguém que sai pra passear e o seu cachorro sai correndo desgovernado na sua frente.

Os animais não obedecem aos seus comandos e ainda causam um transtorno incrível até ser capturado novamente. Este problema de comportamento é bem freqüente e é muito fácil de ser controlado.

Este problema geralmente vem pela ansiedade do animal em sair pra passear, ansiedade decorrente da falta de atividade e oportunidades de sair do seu ambiente natural do dia-a-dia. A primeira dica é que você busque treinar o seu cão nos primeiros meses de vida, desta forma você vai garantir um passeio mais tranqüilo quando ele estiver adulto.

A falta de prática dos donos na hora de treinar o seu animal também causa grande rebeldia dos animais. O primeiro passo importante é entender o que ensinar para seu animal. Confira todas as dicas que trouxemos a seguir:

O Treino Inicia em Casa

O treinamento deve ser feito continuamente e com a mesma paciência e atenção do dono. Os primeiros resultados começam a aparecer em no máximo 45 dias.

Você não deve mostrar a coleira e ficar dizendo para o cão que você vai levá-lo para passear, isso só faz com que a ansiedade dele aumente. Pegue o animal e leve-o calmamente para próximo da porta e não deixe que ele veja a coleira antes de chegar o momento de colocá-la.

Outra forma de prevenir esta ansiedade é deixando a coleira no pescoço dele durante o dia todo. Esta atitude vai quebrar a ansiedade do cão e vai evitar a dificuldade de colocá-la instantes antes de sair para passear.

Truque importante

Utilize um borrifador de água para espirrar água nele todas as vezes que ele tiver um comportamento inadequado. Toda vez que ele pular em você e não deixar você colocar a coleira, esguiche a água para inibi-lo.

Você jamais deve gritar ou bater no animal, isso vai traumatizar o cão e futuramente pode trazer problemas sérios de convivência entre vocês. O treinamento quando filhote é importante e neste período o animal está mais aberto a receber ensinamentos e possui menos vícios e vícios de comportamento.

Dicas para ensinar o cão a passear

Veja como tornar os passeios com seu cão mais agradável!

Hora de Passear

O correto é que o animal aprenda a caminhar ao seu lado, mas muita gente prefere usar até coleiras grandes para deixá-lo a vários metros de distância.

Você deve utilizar uma guia com no máximo um metro de distância, além de procurar um produto de ótima qualidade e bem seguro. Lembre-se que a rua traz muitos problemas e riscos para seu animal, por isso, é muito importante que você tenha total controle das ações do seu animal.

Nos primeiros passeios você deve evitar locais de muito movimento, sejam eles de pedestres, carros ou até mesmo outros animais. Com o passar dos dias você pode ir mudando os percursos caso ache necessário e interessante

Durante o percurso você vê o animal parar várias vezes para cheirar a calçada, postes e árvores, tudo isso é muito natural e serve como uma investigação do cão. Você deve evitar que ele se aproxime de outros animais e principalmente das fezes ou urina de outros pets.

Outras possibilidades

Se você perceber que seu treinamento não está surtindo efeito ou se você não tiver tempo para dar este treinamento, você pode optar pelo trabalho profissional e buscar os adestradores profissionais.

Agora você tem várias dicas para colocar em prática e buscar um passeio mais tranqüilo e de muita alegria com seu animal de estimação. Vale lembrar que a paciência e o companheirismo é base de toda relação de sucesso.

Antes de encerrar o artigo queremos pedir para vocês que já tiveram este problema, que nos deixe um comentário contando como foi o treinamento e a reação do animal, ajude os outros leitores a superar este comportamento de seu animal compartilhando da sua experiência. Todos os comentários serão muito bem vindos!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)