A raça de cães Xoloitzcuintle – às vezes chamada de pelado mexicano ou apenas Xolo – eram considerados “médicos” populares na América Central e no México. Isso porque o calor liberado por seus corpos proporcionava conforto às pessoas com artrite e outras doenças. As pessoas ainda gostam de abraçá-los hoje.

Características básicas do mexicano pelado

À primeira vista, o Xolo pode não ter uma aparência atraente para todos. Uma sobrancelha enrugada, olhos semicerrados, orelhas de antenas parabólicas, um moicano cortando o topo da cabeça e uma cauda de rato, sem mencionar o corpo quase sem pelos, fazem do Xolo um cachorro que não tem o apelo universal de um Retriever. Bem, exceto pelas pessoas que valorizam as diferenças que fazem esses cães se destacarem dos outros cães.

Olhe mais de perto, no entanto, e você verá um cão magro, robusto e musculoso, com um corpo um pouco mais longo do que alto. Um crânio em forma de cunha gradualmente se afunila no focinho. A expressão é a de um cão inteligente e animado, cuja testa se enruga quando sua atenção está focada em alguma coisa. Os olhos em forma de amêndoa variam de amarelo a preto. As orelhas grandes, portadas eretas, têm uma textura elegantemente fina e delicada. Os filhotes podem ter um corpo enrugado, mas à medida que crescem na pele, o corpo se suaviza. Os pés são palmados e a cauda é longa e fina.

O Xolo tem vantagens que podem ser obscurecidas por sua aparência incomum. Eles vêm em três tamanhos – pequeno, médio e grande – e têm uma personalidade calma e necessidades moderadas de exercício. Este é um cachorro que não vai te deixar maluco. No entanto, permanece o fato de que o Xolo é uma raça primitiva com o desejo de perseguir outros animais, incluindo o gato do vizinho, e uma natureza assertiva e protetora. Em outras palavras, eles podem ser predadores, teimosos e inclinados a morder primeiro, fazer perguntas depois se acharem que seu ser humano está em perigo.

Você pode pensar que o corpo careca do Xolo os torna hipoalergênicos, mas a ausência de pelos por si só não significa que eles não farão você fungar e espirrar. Eles podem ser menos propensos a afetar pessoas com alergias, mas ainda produzem caspa, saliva e urina, todos portadores de alérgenos. Certifique-se de encontrar vários Xolos antes de adotar para garantir que você não reaja a eles.

O Xolo não é um cão fácil de se hospedar se você decidir que não é o ajuste certo para você. Nem todo mundo quer um cachorro com uma aparência tão incomum. Mas se você gosta da idéia de ter uma garrafa de água quente viva com reputação de toque curativo e os meios para afastar os maus espíritos, o Xolo pode ser o seu cão.

Cão mexicano

O pelado mexicano é um cão com um lindo porte e um comportamento que agrada muitos. (Foto: YouTube)

O xoloitzcuintle do México:

Vem em três tamanhos diferentes, para que a raça seja adaptável a qualquer tipo de lar.

Nativo do México e da América Central, o Xolo também é conhecido como o pelado mexicano.

Pensa-se que o Xolo data até civilizações pré-colombianas.

Embora sejam conhecidos como uma raça sem pelos, o Xolo também vem em uma variedade revestida.

O corpo do Xolo é um pouco mais longo do que alto.

Além de ser um ótimo companheiro, o Xolo também é um cão de guarda protetor.

A falta de um casaco de pelo isolante do Xolo faz com que se sintam quentes ao toque, mesmo que a temperatura do corpo não seja mais alta do que a de outros cães.

Não é hipoalergênico, embora seja menos provável que seu corpo sem pelos provoque alergias em indivíduos suscetíveis.

Pode ter uma forte vontade de caça e é provável que persiga outros animais.

História do cachorro xoloitzcuintle do México

Ao contrário dos cães que foram criados cruzando ou misturando duas ou mais raças, o Xolo é considerado uma raça natural, provavelmente o resultado de uma mutação genética espontânea. Durante séculos, a raça foi moldada pela seleção natural, não pela manipulação humana.

Evidências arqueológicas sugerem que os ancestrais dos Xolo eram cães que acompanhavam povos migratórios na massa terrestre de Bering – agora submersa – da Ásia para o Novo Mundo. O cão que hoje conhecemos como Xoloitzcuintli leva o nome da divindade asteca Xolotl, o deus do fogo e a escolta dos mortos para o submundo, e “itzcuintli”, a palavra asteca para cão. Dizia-se que esses cães de Xolotl tinham poderes curativos, especialmente eficazes em casos de asma, reumatismo e insônia. Na vida, eles assustaram espíritos malignos e intrusos, e acreditava-se que eles serviam como guias para os mortos, à medida que avançavam deste mundo para o outro. Infelizmente, esse trabalho de guia geralmente envolvia ser sacrificado para acompanhar os mortos. Ainda menos felizmente, os Xolos também eram considerados bons.

No entanto, eles prosperaram e passaram por períodos de popularidade, começando em 1887, a primeira vez que a raça foi reconhecida pelo American Kennel Club, que na época se referia a eles como o pelado mexicano. Um cachorro mexicano chamado Mee Too foi o primeiro Xolo registrado no AKC. Após o primeiro interesse, pouco se ouviu da raça, exceto por um breve período de destaque em 1940, quando um cão chamado Chinito Jr. se tornou o primeiro e único Xolo a ganhar um campeonato do AKC. Lojas de animais mal conseguiam manter os cães em estoque. Os artistas mexicanos Diego Rivera e Frida Kahlo os retrataram em obras de arte. A moda é volúvel, no entanto, e o Xolo voltou a desaparecer.

A raça pode ter desaparecido completamente, mas os fãs a trouxeram de volta da beira da extinção. Hoje, é considerado um tesouro nacional no México e foi nomeado cão do ano em 2010. Cerca de 30.000 são conhecidos em todo o mundo. O American Kennel Club trouxe a raça de volta à lista em 2011. O Xolo atualmente reside no cruzamento de raridade e popularidade.

Tamanho e personalidade do xolo

Os xolos são fornecidos em três tamanhos: Toy (com pelo menos 10 a 14 polegadas/25 a 35 cm de altura no ombro), Miniatura (com mais de 14 a 18 polegadas de altura/35 a 45 cm) ou Tamanho padrão (com mais de 18 a 23 polegadas/35 a 58 cm de altura). Seu peso varia de 10 a 50 libras/4,5 kg a 23 kg.

O Xolo adulto é um cão calmo, indiferente a estranhos, mas atento à família. Geralmente escolhem uma pessoa como favorita, mas não afetam o afeto por outros membros da família. Uma caminhada diária ou um tempo de jogo energético em um quintal cercado satisfaz suas necessidades de exercícios. O resto do tempo, eles gostam de deitar-se ao sol ou aconchegar-se com você em um esforço para se aquecer. Leve-os com você sempre que puder; eles não gostam de ser deixados em casa sozinhos.

Os Xolos são excelentes vigilantes e o alertarão sobre qualquer coisa que pareça preocupante. No entanto, eles não são ladrões incômodos; portanto, se parecerem inseguros, é uma boa ideia ver o que os perturbou. Os Xolos desconfiam de estranhos e não são o tipo de cachorro que faz amizade facilmente com pessoas de fora de sua família. Eles também são territoriais em relação a outros animais que entram em suas propriedades. Xolos que não foram bem socializados podem ser agressivos com pessoas ou cães que eles não conhecem.

Crie um Xolo com consistência e estrutura. Treine usando técnicas suaves de reforço positivo, e este cão inteligente e sensível aprenderá rapidamente o que você gosta e o que não gosta. Uma vez que eles sabem disso, geralmente é necessário um olhar severo para corrigir qualquer mau comportamento. No entanto, um proprietário inexperiente de cães pode ser facilmente manipulado por esta raça, portanto, um Xolo pode não ser a melhor escolha para quem está procurando o primeiro cão.

O Xolo também é altamente atlético. Escalar uma cerca de um metro e oitenta não é nada para um adulto Xolo, e até os filhotes podem escalar cercas de três metros. Certifique-se de que o seu quintal é à prova de fuga.

Os filhotes são altamente ativos e podem ser destrutivos se não estiverem ocupados com brincadeiras e treinamentos. À medida que amadurecem, eles começam a se tornar os cães suaves que tipificam a raça.

O temperamento é afetado por vários fatores, incluindo hereditariedade, treinamento e socialização. Filhotes com bom temperamento são curiosos e brincalhões, dispostos a se aproximar das pessoas e serem mantidos por elas.

Como todos os cães, os Xoloitzcuintli precisam de socialização precoce – exposição a muitas pessoas, visões, sons e experiências diferentes – quando jovens. A socialização ajuda a garantir que o seu cachorro Xoloitzcuintli cresça e se torne um cão completo. Inscrevê-los em uma aula de jardim de infância para filhotes é um ótimo começo. Convidar visitantes regularmente e levá-los a parques movimentados, lojas que permitem que cães e em passeios de lazer encontrem vizinhos também os ajudará a aprimorar suas habilidades sociais.

Saúde do pelado mexicano

O Xoloitzcuintli parece ser uma raça saudável, embora, como em todos os cães, você tenha certeza de que eles são vacinados e desparasitados antes de levá-los para casa.

Embora o Xolo não seja propenso a doenças genéticas graves, eles têm algumas características que podem afetar sua aparência e como você se importa com ele. A primeira, é claro, é a falta de pelos. Um Xolo precisa de proteção contra o sol e o clima extremamente frio. Aplique filtro solar formulado para cães em todo o corpo, especialmente se eles forem de cor clara, e não os deixe ao ar livre por longos períodos, a menos que tenham um local sombreado onde possam se retirar dos raios do sol. Em clima frio ou com neve, eles apreciarão um suéter ou casaco para mantê-los aquecidos. Dentro de casa, deixe o Xolo ficar nu, para não superaquecer ou desenvolver problemas de pele por ter os poros cobertos. A boa notícia é que a pele dura cicatriza rapidamente se eles receberem um corte ou abrasão.

Outra faceta interessante para o Xolo é que a ausência de pêlos e a dentição estão geneticamente ligadas. Muitos Xolos sem pelos adultos estão sem seus pré-molares, os bicúspides localizados entre os caninos e os molares. Isso não afeta sua capacidade de comer e não é criticado no ringue. Xolos revestidos têm dentição completa.

Cuidados com os Xolos

Apare as unhas de crescimento rápido do Xolo semanalmente. Se você pode ouvi-los clicando no chão, eles são muito longos. Quanto mais cedo você apresentar seu Xoloitzcuintli para aparar as unhas, menos estressante será a experiência para os dois.

Escove os dentes pelo menos duas ou três vezes por semana – diariamente é melhor – para remover o tártaro e as bactérias. Comece quando seu filhote for jovem, para que ele se acostume.

Acompanhe as visitas anuais ao veterinário para exames para manter a boa saúde.

Ao se preparar, verifique se há feridas, erupções cutâneas ou sinais de infecção, como vermelhidão, sensibilidade ou inflamação na pele, nos ouvidos, nariz, boca e olhos e nos pés. As orelhas devem cheirar bem, sem muita cera ou gosma dentro, e os olhos devem estar claros, sem vermelhidão ou corrimento. Seu exame semanal cuidadoso o ajudará a identificar problemas de saúde em potencial mais cedo.

Alimentação do Xoloitzcuintli

Quantidade diária recomendada: Dependendo do tamanho de um Xolo, eles devem comer de 5/8 a 1,75 xícaras de comida de cachorro de alta qualidade diariamente, divididas em duas refeições.

Quanto seu cão adulto come depende do tamanho, idade, constituição, metabolismo e nível de atividade. Os cães são indivíduos, assim como as pessoas, e nem todos precisam da mesma quantidade de comida. É quase desnecessário dizer que um cão altamente ativo precisará de mais do que um cão viciado em batata. A qualidade da comida de cachorro que você compra também faz a diferença – quanto melhor a comida de cachorro, mais ela irá nutrir seu cão e menos dele você precisará agitar na tigela do cachorro.

É fácil superalimentar um Xoloitzcuintli, mas a obesidade pode estressar suas articulações, para que eles não devam crescer com excesso de peso. Mantenha seu Xoloitzcuintli adulto em boa forma medindo sua comida e alimentando-a duas vezes por dia, em vez de deixar comida fora o tempo todo. Se você não tiver certeza se está acima do peso, faça o teste prático. Coloque as mãos nas costas, polegares ao longo da coluna, com os dedos abertos para baixo. Você deve sentir, mas não ver as costelas, sem ter que pressionar com força. Se não puder, eles precisam de menos comida e mais exercícios.

Para saber mais sobre como alimentar seu Xoloitzcuintli, consulte nossas diretrizes para comprar a comida certa, alimentar seu filhote e alimentar seu cão adulto.

Cor e aparência do revestimento do xolo

O Xolo sem pelos tem uma pele lisa, mas resistente, que se ajusta bem ao corpo. O pouco de cabelo que eles adornam no topo da cabeça, nos pés e no último terço da cauda, ​​até a ponta. Um Xolo revestido é completamente coberto com cabelos curtos, lisos e bem ajustados. Nas duas variedades, o cabelo pode ter qualquer cor. Normalmente, é preto, cinza-preto, ardósia, vermelho, fígado ou bronze. Alguns Xolos têm manchas e marcas brancas.

Você pode pensar que um cão sem pelos precisa de pouco ou nenhum cuidado, mas pense novamente. É verdade que os Xolos costumam se limpar como gatos e é improvável que tenham pulgas, mas como suam através da pele e das patas, é importante manter essas áreas limpas. Lave os pés semanalmente para garantir que as glândulas sebáceas permaneçam desobstruídas.

Banhe o cão a cada duas semanas com um shampoo suave para cães. Geralmente não é necessário aplicar óleos ou loções na pele. Limpe qualquer filtro solar depois que o cachorro estiver do lado de fora.

Crianças e outros animais de estimação

O Xolo, voltado para a família, pode ser bom para as crianças, principalmente se elas forem criadas com elas. No entanto, eles não gostam muito que puxem as orelhas ou o rabo; portanto, supervisionem qualquer interação com crianças muito pequenas. Ensine seu filho a nunca se aproximar de nenhum cachorro enquanto estiver dormindo ou comendo ou a tentar levar a comida dele. Nenhum cachorro deve ficar sem vigilância com uma criança.

Xoloitzcuintli pode se dar bem com outros cães e gatos se eles crescerem com eles também. Eles podem ser menos sociáveis ​​com cães estranhos, no entanto, e sua alta presa os leva a perseguir gatos e outros animais peludos que vêem ao ar livre.

Às vezes, os xoloitzcuintlis são comprados sem um entendimento claro do que é ser dono de um, e esses cães geralmente acabam sob os cuidados de grupos de resgate, necessitando de adoção. Outros Xoloitzcuintlis acabam em resgate porque seus proprietários se divorciaram ou morreram. Adotar um adulto Xoloitzcuintli tem muitos benefícios. Os cães adultos já são treinados e treinados em obediência e já passaram pelo estágio destrutivo dos filhotes.

E aí, o que acham desse cão? Vocês teriam ele?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)