Quando pensamos em coleiras para animais a primeira imagem que vem a nossa cabeça são os cachorros, já bastante habituados a usar este acessório. No caso dos gatos a questão fica um pouco mais complicada.

Existem sim peitorais e coleiras para os bichanos, mas a dificuldade maior reside em habituá-los a usar o acessório para passear. Mas antes de descobrir como levar o gato para passear é importante ressaltar que nem todos os felinos vão aderir ao passeio com tranquilidade, já que alguns deles simplesmente não gostam de sair de casa. Quando levar seu animal para passear pelas primeiras vezes fique muito atento e perceba se ele está estressado ou com medo do ambiente novo, e se esta sensação persistir o melhor a fazer é não forçar o gato a fazer estes passeios.

Coleira para gato

Com um pouco de treino o gato também pode passear

Mas se tudo tiver dado certo e você perceber que tem um gato aventureiro, é hora de descobrir como acostumá-lo a usar a coleira. Este procedimento é simples e com certeza ajuda a evitar que o gato fuja ou brigue com outros animais na rua. Para dar os primeiros passeios sem dificuldade o mais interessante é acostumar o gato com o peitoral e a coleira já dentro de casa. Uma maneira simples de fazer isso é deixar o gato sempre com o peitoral, mesmo enquanto brinca ou dorme e assim ele vai ficar acostumado com o acessório mais facilmente. É muito importante também deixar o peitoral e a coleira bem ajustados, pois os gatos são muito espertos e conseguem se livrar deles com razoável facilidade.

Depois de alguns dias fazendo este procedimento você já poderá sair com o gato para um primeiro passeio. Mas ainda são interessantes algumas precauções. Procure fazer esta saída por etapas, primeiro deixando o gato explorar um lugar novo, mas ainda fechado e seguro, como o apartamento de outra pessoa ou a portaria do seu prédio. Depois disso basta ir apresentando lugares novos gradualmente, até chegar a um parque ou ambiente já totalmente aberto e com maior movimentação. Uma medida que pode simplificar muito o processo é manter a caixinha de transporte do gato sempre por perto e deixar que ele se acostume com o ambiente ao seu tempo, jamais forçando o animal a sair da caixa.

Se você adora gatos, não pode deixar de conferir algumas curiosidades sobre os bichanos!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)