A comunicação felina é feita em grande parte com os corpos, embora de vez em quando os gatos possam usar sons para se comunicar. Mas as posições dos gatos, e a forma como eles se comunicam com humanos pode ser difícil de entender. As mensagens que os gatos passam nem sempre são óbvias para o olho inexperiente.

A fim de ajudar a evitar o estresse e conflito, é importante que você aprenda a ouvir entender o seu gato. Enquanto certos comportamentos podem servir como pistas para o estado de espírito do seu gato, nenhum deles deve ser interpretado de forma isolada. É melhor olhar para vários sinais para ajudar a avaliar como o seu gato está se sentindo. Os gatos também podem enviar sinais mistos se não tiverem certeza de uma situação, onde os olhos e orelhas do seu gato podem dizer que ele está relaxado, mas sua postura da cauda e do corpo pode dizer exatamente o contrário. Uma vez que você sabe o que observar, você vai sempre entender o que seu gato quer falar com você.

Como os gatos se comunicam com os humanos: a cauda

A cauda do seu gato pode ajudá-lo a avaliar como ele está se sentindo em uma determinada situação, desde relaxado e confortável até assustado e agitado. É importante ter um bom senso do temperamento normal do seu gato, medido pela altura em que ela carrega sua cauda quando ela está relaxada, afim de julgar quando ele está se sentindo ansioso ou desconfortável.

Quando um gato está contente, ele tipicamente coloca a cauda relaxada atrás dele. Quando ele está feliz, ele pode manter a cauda alta, com uma leve contração ou curva para a frente. Uma cauda ligeiramente em movimento, espasmódica e com leves movimentos é um sinal de interesse; Você pode ver isso quando seu gato está observando intensamente uma presa através da janela ou brincando com um brinquedo (especialmente logo antes dele saltar sobre o brinquedo e mordê-lo.

Comunicação não verbal de gatos

Um gato pode dizer muito com a cauda, e os donos tem que prestar atenção às mensagens que eles estão passando. (Foto: petMD)

Sempre preste muita atenção a uma cauda em movimento, pois pode ajudar a dar uma ideia sobre o grau de estresse ou ansiedade de um gato em uma situação. Quando seu gato se torna agitado, ele pode mover sua cauda de uma forma mais rápida e mais forte. Este tipo de movimento é um sinal de que ele está sobrecarregado com a situação e não está gostando do que está acontecendo.

Se seu gato está preocupado com uma situação, ele também pode baixar a cauda e envolvê-la debaixo de seu corpo ou ao lado, se ele estiver deitado. E a cauda eriçada e rígida é um sinal de que seu gato está realmente aterrorizado.

Como gatos se comunicam pelas orelhas

As orelhas dos gatos não são feitas apenas para ouvir. Elas também podem ser usadas para se comunicar. (Foto: Catster)

Linguagem secreta dos gatos: as orelhas

As orelhas de um gato são carregadas com informação. Quando as orelhas do seu gato estão para a frente e ligeiramente para o lado, ele provavelmente está se sentindo relaxado. Quando seu gato está realmente interessado e animado, suas orelhas podem ficar apontadas para a frente.

As orelhas de seu gato podem girar enquanto ele segue um som, mas as orelhas em contração rápida podem ser indicativas de nervosismo e incerteza. Um gato que está com medo ou agitado pode mover suas orelhas para trás em direção a seu pescoço e prendê-los firmemente contra sua cabeça ou movê-las para os lados e ficar parecendo um pequeno avião peludo.

Mensagens não verbais dos gatos

Os olhos de um gato também passam muitas mensagens para as quais os donos devem estar muito atentos. (Foto: Daily Express)

Como o gato se comunica: os olhos

Os olhos de seu gato ajudam a contar a história de seu estado interior. Quando ela está contente, suas pupilas estarão com um tamanho normal (não dilatadas) e seus olhos estarão abertos ou talvez ligeiramente fechados, se ele estiver especialmente relaxado. Quando seu gato está à vontade, ele pode fazer contato com os olhos e vai segurar o olhar por um tempo antes de olhar para longe de forma indiferente ou piscar suavemente.

Mas se ele está excitado e à beira de ser agressivo ou fugir, as pupilas do gato podem mudar de forma, se dilatando ou contraindo, e seus olhos podem parecer duros ou paralisados. Se o seu gato está olhando para algo com um olhar fixo como, por exemplo, um esquilo ou outro gato, este é um sinal de que ele está se preparando para atacar. Por outro lado, se o seu gato está com medo, ele pode evitar o contato com os olhos e pode exibir um movimento de olho enquanto avalia a situação e procura por uma via de fuga.

Como os felinos se comunicam

O focinho do gato também passa mensagens e por isso, deve ser devidamente compreendido no contexto da comunicação dos felinos. (Foto: Pixabay)

As mensagens que o gato passa com o focinho

Quando seu gato está relaxado, seu bigode estão para fora do rosto, onde são menos visíveis. Quando ele está interessada em algo, seus bigodes podem se mover para fora e para a frente, tornando-se mais rígidos. Quando ele está assustado, ele pode colocar seus bigodes planos contra o rosto.

Lamber repentinamente o focinho pode ser outro sinal de um gato desconfortável. Se o seu gato está lambendo os lábios e não está comendo, ele pode ter medo de alguma coisa. Da mesma forma, um gato nervoso pode começar lambendo ou coçando seu corpo ou se cuidar excessivamente.

A única coisa para a qual seu gato não pode usar sua língua para fazer se ele está estressado é comer. Na verdade, quando ele estiver ansioso, ele pode ser incapaz de fazer ou desfrutar de coisas normais, tais como carinho, petiscos, brinquedos ou descanso.

Posição do gato

A posição do gato manda uma mensagem bem clara do que ele está sentindo naquele momento. (Foto: Warren Photographic)

Posições dos gatos: entendendo as posturas do felino

A respiração de um gato relaxado é normalmente lenta e profunda. Ele mantém as garras guardadas com segurança e se move de uma maneira solta e relaxada. Quanto mais agitado ou excitado um gato ficar, mais tensos estarão os seus músculos. Se o seu gato para completamente, pode significar que ele está prestes a lutar ou fugir ou, em alguns casos, atacar. Um gato que é forçado a se mover irá fazê-lo de forma rígida, dura.

Um gato assustado pode diminuir seu ritmo e baixar para o chão quando tem medo (embora esta postura possa simplesmente indicar que ele está se preparando para atacar algo). Alternativamente, ele pode acelerar seus movimentos em uma tentativa de ficar longe da situação ou ameaça. Quando seu gato ficar nervoso, as garras podem se estender. Ele também pode respirar de forma superficial e rápida.

Um gato com medo pode tentar mudar a aparência de seu tamanho. Seu pelo se eriçar e você pode notar uma perda excessiva de pelos. Ele pode arquear as costas para parecer maior ou pode tentar parecer menor, encolhendo-se ou curvando-se com suas extremidades apertadas contra seu corpo.

Um gato deitado de costas pode estar mostrando sua confiança ou assumindo uma postura defensiva, e você precisará considerar cuidadosamente a situação para saber com certeza.

Sempre preste atenção às reações físicas do seu gato a uma situação. Por exemplo, se você está segurando o seu gato e ele está olhando para o chão, endurecendo seu corpo e se inclinando para longe de você, ele está pedindo para ser colocado no chão. Respeite seu pedido e deixe-o descer suavemente antes que ele se sinta forçado a recorrer às garras e miados.

Como você entende seu gato? Quais mensagens que seu gato manda que você entende?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)