Só porque você precisa de muitos vegetais na sua dieta, isso não significa que seu gato também precise desse tipo de alimento na dieta. Os gatos precisam principalmente de proteínas para levar uma vida saudável porque são carnívoros. Mas se o seu gato é mais cheio ou está com problemas na dieta, você pode querer introduzir alguns deleites vegetarianos para agradar seu bichinho favorito. Quais desses vegetais podem fazer bem? Cenoura? Brócolis? Vamos ver.

Gato pode comer vegetais?

Embora os gatos sejam comedores de carne, quando eles caçam e comem suas presas naturais, eles comem a matéria vegetal no intestino da presa. Os gatos são construídos para tolerar uma certa quantidade de volumoso em suas dietas. Se o seu gato está com excesso de peso, adicionar alguns legumes à sua dieta pode ajudar a manter o peso baixo. Alimentando o seu gato com legumes também pode impulsionar o seu sistema imunológico e pode diminuir os efeitos do envelhecimento, desde que sejam vegetais que não façam mal para o seu bichano e nem contribuam para o agravamento de alguma condição de saúde.

O que gato pode comer? Gato pode comer cenoura?

Bons legumes para oferecer o seu gato são cenouras picadas, ervilhas, milho congelado, brócolis, feijão verde, abobrinha, alface, espinafre e catnip. Não ofereça alho, cebola, tomate, abacate ou cogumelos. Esses alimentos são tóxicos para os gatos ou difíceis de serem digeridos. Legumes podem substituir lanches embalados para animais de estimação que você pode obter no supermercado, mas dê apenas com moderação. Guloseimas são apenas algo extra que você oferece ao seu gato, além de sua dieta regular, não como um substituto para a refeição principal e balanceada dos gatinhos.

Vegetais para alimentar gatos

Alimente seu gato com vegetais na medida certa, evitando que ele tenha problemas de saúde ou falta de nutrientes. (Foto: Pinterest)

Como oferecer vegetais e outros alimentos naturais para seu gato?

Asse ou cozinhe os legumes e corte-os em pequenos pedaços. Ofereça as verduras sozinhas, ou faça um purê e misture-as na comida normal do seu gato. Ofereça apenas uma pequena quantia por vez. Você não quer sobrecarregar seu gato com carboidratos. O que os especialistas em alimentação felina dizem é que os gatos não tem uma exigência fisiológica para vegetais e realmente não tem as enzimas necessárias para quebrar essa fonte de alimento para uma utilização eficiente.

Cuidado com o exagero de petiscos e outros alimentos para gatos

Olhe para os ingredientes da comida de gato que você compra. Muitos alimentos, especialmente alimentos secos, contêm muita proteína à base de plantas, em vez de proteínas de origem animal. Uma carne muscular deve ser o primeiro ingrediente e estará no rótulo como “frango” ou “peru”, por exemplo. Um alimento de gato que contém milho, trigo ou soja como ingrediente principal não é uma boa escolha. A quantidade de carboidratos em ração comercial para gatos não deve passar de 3% a 5% do total de ingredientes.

Para evitar que você compre uma ração com nutrientes piores para seu gato, é bom pesquisar e comparar as diferentes rações, além de escolher aquelas adequadas para a idade e condição do seu gato. Uma ração mais barata pode ser assim por estar usando ingredientes de pior qualidade. O barato, nesse caso, pode acabar saindo muito caro.

Quais outros alimentos você dá para seu gato? Quais vegetais você acha que ele mais gosta?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)