Você já ouviu falar de Janus cat ou Gato com duas caras? Esta anomalia faz com que o gato nasça com mais olhos, mais bocas e as duas faces unidas. Este nome vem de Janus, na mitologia greco-romana, ele é o deus das transições e ele tem duas caras no mesmo rosto.

Esta anomalia aconteceu com este gato de Massachusetts nos EUA. Este fenômeno causa uma espécie de duplicação crânio-facial e recebe o nome científico de diprosopia (o prefixo “di” quer dizer “dois” enquanto “prosopia” quer dizer “relativo à face”).

Este tipo de deformação acontece por causa de uma proteína que chamada Sonic Hedgedog, ela recebeu este nome justamente em homenagem ao personagem de videogames.

O que é Janus Cat?

Entenda mais sobre o Janus Cat

Na imagem acima você conheceu o Frank e Louie, são as duas faces do mesmo gato que nasceram no dia 9 de setembro de 1999 e em 2012 entram na edição 2012 do Guinness – o Livro dos Recordes, como o gato Janus que sobreviveu por mais tempo.

Confira no vídeo abaixo um pouco mais sobre este gato em uma reportagem que passou aqui no Brasil.

Este problema é muito raro de acontece e mais raro ainda é um gato portador desta anomalia sobreviver por tanto tempo. Todos os méritos pela longa sobrevivência deste gato devem ser dados à sua dona.

Ela é uma veterinária que prefere manter seu anonimato, mas foi ela quem adotou o gatinho que foi deixado em sua clínica para ser sacrificado. Com muita atenção, carinho e dedicação, conseguiu pelo jeito passar toda a confiança para seu gatinho superar este problema e lutar pela vida.

Ela afirmou que o gato Janus divide seu espaço naturalmente com um cachorro e com vários pássaros, isso acontece naturalmente como se o gato não tivesse nenhum problema. Segundo ela, o gato Frank e Louie tem alguns comportamentos semelhantes ao de um cachorro, ele gosta de passear na rua sendo conduzido por uma coleira.

Existe gato com duas cabeças?

Um gato com Janus Cat vive muito?

Apesar de este gato ter 3 olhos e do meio ser maior que os outros, este olho maior é totalmente cego. Ele se alimenta pela boca que é ligada ao esôfago e o nariz da outra face se mexe como se ele estivesse mastigando.

Estamos chegando ao final deste artigo, mas vocês perceberam que até nos mais graves dos problemas o amor transmitido consegue superar. Abandonar o animal igual fez a antiga dona é um ato desprezível e de alguém que jamais merecia ter um animal de estimação em casa.

Queríamos saber a opinião de vocês sobre o caso, sobre a atitude da antiga dona e também sobre a questão de sacrificar os gatos que nascem com este problema. Vocês acham que deve ou não sacrificar? Estamos aguardando a opinião de vocês galera, até breve!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)