O que é um lagarto teiú?

Escrito na categoria "Pets | Animais de estimação" por André M. Coelho.

Os lagartos teiús são encontrados em toda a América do Sul central. Eles são lagartos grandes e poderosos e podem atingir 1 metro de comprimento total e os machos são maiores que as fêmeas. Esses lagartos preferem um habitat tropical e não hibernam.

Eles são conhecidos por serem mais agressivos do que outros tipos de lagartos e podem dar algum trabalho para domar. Com os devidos cuidados, você pode esperar que seu teiú viva 10-15 anos ou mais.

Temperatura e iluminação UV para lagarto teiú

O Tegus colombiano deve ser mantido entre 85-90 º F/29 a 32 º C com um ponto de calor concentrado de 95 º F/32 º C.

À noite, a temperatura pode cair para 70 º F/21  º C. As horas de luz do dia devem ser 12 horas de luz e 12 horas escuras durante um período de 24 horas.

A umidade também deve ser mantida em 60-80%.

Teiús requerem 12 a 14 horas de luz UVB para uma boa saúde e crescimento. Essa luz permite que o teiú produza vitamina D3. A vitamina D3 produzida por UVB metaboliza o cálcio na dieta dos lagartos. Em geral, é o que torna os ossos de um Tegus duros e sem isso eles podem morrer.

Esse processo de UVB e cálcio inadequados é denominado doença óssea metabólica. Também é muito importante trocar a luz UVB a cada 6-8 meses, após esse período a luz para de produzir UVB adequado.

Lagarto teiú como pet

Os lagartos teiú estão espalhados por toda a América do Sul, e são ótimos répteis para animais de estimação. (Foto: Pinterest)

Habitação para seu animal teiú

Filhos de teiú podem ser mantidos em um terrário de 29 galões/110 litros, mas eles crescem rapidamente e logo precisarão de um abrigo maior. Os teiús adultos devem ser mantidos em um terrário de pelo menos 6 pés/1,80 metros de comprimento por 2 pés/60 centímetros de profundidade. As fêmeas podem ser mantidas em compartimentos menores.

Cobertura para terrário de teiús

Nossa recomendação para cobertura é casca ou algum tipo de cobertura morta. Este tipo de substrato retém muito bem a umidade, permitindo uma umidade maior. Gaiolas muito secas podem causar desidratação e problemas de derramamento. Quando o seu lagarto está soltando as escamas, recomendamos que você borrife a gaiola com água uma vez por dia para aumentar a umidade. A pele seca é resultado da baixa umidade e a pele seca pode causar a perda dos dedos dos pés se não for removida. A cama deve ser funda o suficiente para permitir que seu teiú se cave e se enterre.

Cálcio para teiús

Tegus também requer um suplemento de cálcio e vitaminas. Este suplemento funciona com a luz UVB permitindo que o lagarto receba as quantidades adequadas de cálcio e vitaminas. Deve ser usado todos os dias quando bebês e reduzido para 1-2 vezes por semana quando adultos. O cálcio é vendido na forma de pó e borrifado nos insetos e vegetais que você alimenta o seu Tegu. Se você estiver alimentando seus roedores Tegu, nenhuma suplementação é necessária. Deve-se aplicar uma camada bem leve nos alimentos, tomando cuidado para não desperdiçar o pó em excesso.

O que o lagarto teiú come?

Teiús geralmente se alimentam de camundongos, ratos, caracóis, ovos cozidos, grilos, super-vermes, rastejadores noturnos, coração de boi e, às vezes, frutas e vegetais. Uma dieta mista desses alimentos, quatro a cinco vezes por semana, é ideal e garantirá o crescimento e a saúde adequados.

Como comprar e quanto custa um lagarto teiú?

Você só pode comprar lagartos teiús de criadores autorizados pelo IBAMA. Você pode encontrar em fóruns, grupos de criadores e em uma unidade do IBAMA próxima de você uma lista de criadores autorizados. O preço de um lagarto teiú é de até 1 salário mínimo, dependendo da região do Brasil onde você se encontra, o tamanho, e a genética (cores, padrões, etc) do lagarto.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André sempre se preocupou com animais de estimação e já teve cachorros, gatos, chinchilas, peixes, e hamsters. Para poder cuidar dos seus bichos, teve de pesquisar e estudar muito, conversando com técnicos e profissionais da área. Desde 2012, decidiu compartilhar com os leitores do blog o conhecimento que aprendeu em todo este tempo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário