Tartaruga tigre d´água, conheça!

Escrito na categoria "Pets | Animais de estimação" por André M. Coelho.

A tartaruga tigre ou tartaruga tigre d’água é uma espécie de tartaruga aquática da família Emydidae. A espécie é encontrada no sul do Brasil, nordeste da Argentina e Uruguai. Duas subespécies (além da subespécie nomeada) são reconhecidas como válidas, Trachemys dorbigni adiutrix e Trachemys dorbigni brasiliensis.

Ela é um dos répteis mais fáceis de cuidar, sendo um bom começo para a maioria das pessoas que querem criar estes animais. Vamos conhecer mais dela.

Tartaruga tigre d’água: principais características

A forma do plastrão determina seu gênero. Depois de alguns anos de vida, mostra diferenças entre masculino e feminino. Os machos têm um pênis inserido na cauda. Torna-se aparente apenas durante a época de acasalamento, quando é inserido na cloaca da fêmea.

Esta espécie de tartaruga tem uma vida útil de 30 a 100 anos em cativeiro com os cuidados certos.

Geralmente são encontrados em corpos d’água como lagos, pântanos, riachos e rios. Eles têm preferência por águas com correntes baixas ou moderadas, fundos moles e vegetação aquática abundante.

Os bebês nascem pesando 11 gramas com uma carapaça de 3,5 centímetros. A taxa média de crescimento é de cerca de 3 centímetros por ano na natureza, mas em cativeiro pode crescer mais rápido sendo capaz de crescer mais de 9 centímetros por ano. As fêmeas podem crescer até 30 centímetros de carapaça e pesar mais de 2,7 quilos, enquanto o macho pode crescer apenas 25 centímetros de carapaça.

Quando os machos atingem a maturidade sexual (após 2 anos), eles adquirem uma cor escura enquanto as fêmeas mantêm o mesmo verde após a maturidade (aos 5 anos).

A identificação do sexo só é possível na idade adulta, aos 5 ou 6 anos. A fêmea é maior e pode atingir 30 centímetros de comprimento e tem a parte inferior da casca (plastrão) ligeiramente convexa para dar mais espaço para os ovos. O macho atinge 20 centímetros a 25 centímetros, além de ter uma cauda mais longa e volumosa. A parte inferior da concha do macho é reta ou ligeiramente côncava para se ajustar melhor às fêmeas.

A cloaca do macho está localizada a 2/3 da distância entre o início da cauda e a casca, enquanto a fêmea fica bem próxima à casca.

Tartaruga tigre d'água

Esta tartaruga é fácil de cuidar e é um ótimo pet para quem gosta de répteis. (Foto: Twitter)

Reprodução das tartarugas tigres d’água

As fêmeas produzem uma média de 10 ovos por ninho enterrado; geralmente eles enterram dois ninhos por temporada. A incubação varia de 2 a 4 meses. Os ovos são colocados sob aproximadamente 10 centímetros de areia. Os ovos são de cor branca. Cada ovo mede em média 39,3 milímetros se comprimento e 25,8 milímetros de largura, pesando em média 14,9 gramas.

Apenas 31% da população feminina põe ovos a cada ano. Então não fique triste se sua tartaruga não botar ovos.

O sexo dos bebês tartarugas é determinado pela temperatura da areia durante a incubação, temperaturas mais baixas aumentam o número de fêmeas.

Doenças das tartarugas tigre d’água

As tartarugas são suscetíveis a doenças como pneumonia, distocia, descalcificação óssea, deficiência de vitaminas, gastroenterite e prolapsos.

Os donos de animais de estimação devem evitar o uso de pequenos objetos como decoração em seu aquário, pois tendem a comer tudo que podem. Esses pequenos objetos, como seixos e decorações de plástico, podem levar à impactação do intestino, que pode exigir intervenção cirúrgica.

Apesar de muito resistentes, podem apresentar raquite, doença que amolece a casca devido à deficiência proteica. Isso pode ser corrigido pela adição de proteínas às refeições, especialmente por meio de peixes.

Colocar tartarugas em superfícies abrasivas também pode causar lesões no plastrão, que fornecem uma porta de entrada para fungos e bactérias.

Permitir que o animal mantenha sua temperatura em torno de um ponto ideal (entre 28 e 34 graus Celsius) é uma necessidade. Fornecer às tartarugas luz solar diária ou luz ultravioleta especial para que possam metabolizar adequadamente a vitamina D evitará problemas metabólicos.

O que a tartaruga tigre d’água come?

Estas tartarugas onívoras podem comer quase tudo na natureza: camarões, vegetais, frutas, carniça, pequenos peixes, caracóis, minhocas, etc.

Durante os primeiros dois anos de vida, essas tartarugas são principalmente carnívoras, comendo pequenos animais e carniça, mas depois passam a ser vegetarianas, comendo mais vegetais e algas do que carne.

Em cativeiro, eecomenda-se aos tratadores de animais de estimação alimentá-los mais de uma vez por dia nos primeiros dois anos e, em seguida, passar a alimentá-las uma vez a cada dois dias, preferencialmente com ração apropriada para tartarugas.

Como comprar uma tartaruga tigre d’água no Brasil? Qual o preço?

Esta espécie só pode ser possuída com documentação específica. A nota fiscal de compra deve conter o nome popular e científico, e indicar a quantidade de animais. Também é necessário um certificado de origem, número da fatura e número de criações comerciais de animais selvagens conforme registrado no IBAMA brasileiro.

É proibida a liberação de animais na natureza e está sujeita à penalidade.

Se o proprietário não puder mais mantê-lo, a loja que fez a venda é obrigada a receber o animal de volta, o animal será enviado de volta para a  fazenda autorizada a criá-lo no Brasil.

Procure um criador na sua região entrando em contato com o IBAMA para comprar uma tartaruga dentro da lei.

O preço começa em 1/4 do salário mínimo, e pode aumentar dependendo da idade  e saúde da tartaruga.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas.

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André sempre se preocupou com animais de estimação e já teve cachorros, gatos, chinchilas, peixes, e hamsters. Para poder cuidar dos seus bichos, teve de pesquisar e estudar muito, conversando com técnicos e profissionais da área. Desde 2012, decidiu compartilhar com os leitores do blog o conhecimento que aprendeu em todo este tempo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário