Todo mundo fala sobre o tempo, mas ninguém faz nada sobre isso, já dizia o escritor Mark Twain. Quase um século depois de sua morte, ainda não podemos fazer muito sobre o tempo. Tempestades assombrosas, ventos fortes. Nós ainda falamos sobre isso, nos preocupamos com isso, ficamos com raiva disso e até o celebramos.

Mas não podemos mudá-lo.

Se você não está obrigado por um trabalho ou um hobby estar fora de casa, o clima é provavelmente apenas um incômodo ocasional. Mas se sua vida inclui cavalos, ovelhas, bois, vacas e criações no campo, em geral, a importância no tempo é constante. Da mesma forma, também a importância de proteger os bichos no mau tempo. O Brasil é um dos países com o maior número de incidência de raios. Eles podem ser mortais para pessoas e animais. E eles podem destruir rapidamente celeiros e currais. O que fazer para eficientemente proteger os animais do campo?

Animais tendem a se protegerem em ambientes cobertos. Na maioria das vezes, tais ambientes também são aqueles que atraem mais raios, como construções e árvores. Temos que lembrar que se a construção não for aterrada e as árvores forem os locais mais altos no lugar, o raio terá a tendência de cair lá e destruir o que estiver em seu caminho. É comum no campo que animais se protejam debaixo de árvores e no dia seguinte, seu dono encontrá-los mortos devido à uma descarga elétrica de um raio.

Perigos dos raios

No caso relatado por esta foto, foram 16 vacas que morreram ao serem atingidas por um raio, enquanto se protegiam debaixo de uma árvore. (Foto: thesun.co.uk)

O que funciona melhor para proteger os animais?

Não é sempre prático tentar trazer os animais do pasto quando as tempestades começam. Se é perigoso para cavalos estarem no campo, é perigoso para as pessoas que podem tentar trazer os cavalos para dentro. Isso não significa que os cavalos não podem ser protegidos, no entanto. É preciso planejamento antes da temporada de tempestades chegar. Não há soluções que serão 100 por cento eficazes o tempo todo. Mas a perfeição, como dizem, é a inimiga do que é ideal.

Algumas sugestões que realmente ajudam os proprietários de fazendas a protegerem seus animais durante tempestades severas incluem:

  • Cercas devidamente aterradas ao redor árvores individuais em pastagens, evitando que os animais se protejam sob elas. Muitas vezes, uma única árvore é um alvo ideal para um raio. Animais são menos propensos a serem atingidos se eles estão abrigados perto de um bosque de árvores;
  • Conserte tapumes solto, telhados, postes, etc., pois estes podem se tornar projéteis perigosos durantes ventos fortes. E qualquer construção que não esteja aterrada pode resultar em um choque para os animais que nela estão ou estão próximos;
  • Equipamento solto deve ser devidamente seguro e materiais como baldes, ferramentas, etc., que também pode se tornar perigoso se no ar devem estar devidamente guardados;
  • Instale um pára-raios perto do curral, de modo a protegê-lo inteiramente. Você pode optar por também espalhar pára-raios pelo campo, apesar dessa opção ser um pouco mais cara. Existem inclusive empresas especializadas no assunto espalhadas pelo Brasil e até geradores que armazenam energia dos raios, o que pode ser uma boa oportunidade para fazer energia limpa em sua residência.

Quantas vezes você já ouviu que um raio não cai no mesmo lugar duas vezes? É um mito. Um raio não é um evento tão aleatório quanto parece. Eles são um fenômeno natural oportunista que aproveita um caminho preferido. Onde raio caiu em uma árvore no passado, ele provavelmente irá fazê-lo de novo. Uma área de pasto que tem sido mortal uma vez poderia voltar a ser. Com relâmpagos, o passado é um prólogo para o futuro.

Animais com cascos são especialmente vulneráveis ​​durante as tempestades, em virtude de sua fisiologia, pois são muito propensos a eletrocussão. Primeiro de tudo, eles estão no chão molhado, que é um condutor perfeito. Eles têm cascos, que são grandes condutores e os cascos são pressionados para baixo na terra pelo peso dos próprios animais, funcionando como um aterramento.

Um homem do campo deve pensar sempre que o principal objetivo de um relâmpago é procurar o mais fácil caminho para a Terra. Qualquer caminho que oferece menos resistência do que o arestá em risco. As mais área provável para um raio é ​​em altitudes mais elevadas.

Cuidados com raios

Em dias de tempestades, é hora de ficar dentro de casa e proteger seus animais para que eles também estejam seguros. (Foto: gizmodo.com)

E é por isso que galpões, celeiros e currais devem estar em altitudes mais baixas em pastagens. Isso não significa necessariamente que os animais irão para os abrigos, no entanto. É esperar que eles desenvolvam um padrão de ir para essa área em um mau tempo. Você tem que observar o seu comportamento e criar alguns incentivos para eles irem para lá. Um bom jeito de começar é tocando os animais para o abrigo quando chuva estiver se armando e, no abrigo, colocar alguma comida preferida dos animais. Eles passarão a associar os sons da chuva com o quitute no abrigo e podem adquirir o comportamento de irem automaticamente para a segurança. Um veterinário pode te instruir com facilidade neste aspecto.

Evite sempre construções que utilizam metais no campo. Estas dicas também valem para outros animais, como cães e gatos. Assim, você contribui para uma maior segurança de seus animais e um futuro mais promissor para sua fazenda.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Um comentário para “Como proteger seus animas dos raios?”

  1. Kátia Martins de Abreu

    Eu respeito os animais, e o meu amor por eles é incondicional.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)