Um bichinho de estimação traz muitas alegrias para seu dono. Momentos incomparáveis, que valem cada centavo investidos em manter a saúde e o bem estar do animal. Só que tais custos podem ser muito altos ou muito baixos, dependendo do perfil do dono e do próprio bichinho de estimação. Vamos focar um pouco nos cachorros: afinal, quando custa pra manter um cachorro? Vamos separar os custos por categorias.

Comida e Guloseimas

Este é, com certeza, o maior gasto que qualquer dono de cachorros pode ter. Dependendo da raça, da idade e do tamanho, cada cão tem um tipo de ração específica para que sua alimentação tenha todos os nutrientes necessários. Mas vamos levar em conta aqui também os mimos que um dono quer dar, como várias guloseimas e até rações mais caras e especiais, que podem elevar os custos. É preciso levar em conta também custos que envolvem a alimentação especial de alguns animais doentes. Lembramos sempre que animais vira-lata tem uma maior tolerância a uma maior quantidade de alimentos, assim como animais de raças mais robustas. Porém, tem que tomar cuidado para não dar de alimento qualquer coisa para o animal.

Acessórios para o cachorro

Camas, coleiras, brinquedos, tigelas, roupas. Tudo que pode ser usado pelo cachorrinho. Você pode tanto se ater ao básico, com uma cama, uma coleira e alguns outros apetrechos, ou mimar mais seu bichinho, com roupinhas, brinquedos de todos os tipos, uma casinha pra ele e muitas outras coisas. Os gastos aqui dependerão de seu bolso e preferência. A personalidade do cãozinho também acaba influenciando estes gastos, já que um cachorrinho mais empolgado logicamente vai querer muitos outros brinquedos.

Custos de um cão

Na foto, os custos estimados para se manter um cão de tamanho médio – em inglês, valores em dólares. (Foto: business.time.com)

Cãobeleireiro

Podar os pelos de seu animal além de deixá-lo mais bonito, é crucial para que ele tenha uma melhor saúde. Você pode até aprender a cortar os pelos você mesmo, mas a maioria dos donos prefere deixar tais tarefas para um especialista. Alguns mimos, como pinturas e cortes especiais são opcionais e dependem dos gostos do dono. E lógico, eles também custam a mais no seu bolso.

Cuidados Veterinários

Incluímos aqui os custos com remédios, suplementos, consultas no veterinário e vacinas. Os cães tendem, assim como seres humanos, a terem cada vez mais gastos com sua saúde. Dependendo da raça do cão, tais custos podem ficar muito caros. Um exemplo são os poodles, muito conhecidos por terem diabetes e ficarem cegos quanto estão mais velhos. O recomendado também é que você consulte pelo menos a cada dois meses um veterinário, para acompanhar a saúde de seu animal de estimação e assim, conseguir fazer uma prevenção de problemas de saúde com maior facilidade, reduzindo os custos com a saúde do animal mais tarde. Já existem planos de saúde para animais, que podem ter valores atrativos para você.

Outros Custos

Vamos imaginar que você queira treinar seu cachorro. O treinador tem um custo. Assim como um hotel de cachorros ou alguém para cuidar deles quando você precisar viajar também tem um preço. Talvez você precisará reformar a casinha de seu cão de estimação algumas vezes. Todos estes custos tem que ser pesados em seu planejamento financeiro do bichinho de estimação. Se vale a pena? Isso com certeza vale. Mas quanto você vai gastar vai sempre depender do seu bichinho e dos cuidados que quer dar a ele. Os cuidados básicos irão gerar um custo entre R$1500,00 e R$2500,00 anuais, ou até menos, dependendo do seu cão. E quanto mais mimos, mais caro fica esse preço anual.

E vocês leitores? Quanto vocês gastam com seu cãozinho por ano?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)