Cachorro Bull terrier, conheça esta raça!

Escrito na categoria "Cães, cachorros e caninos" por André M. Coelho.

Os Bull Terriers são tipicamente doces com os membros da sua família, apesar de sua natureza independente e forte. Sua característica mais notável está em suas cabeças curvas e em forma de tubarão. Eles receberam uma má reputação ao longo dos anos e podem não ser os animais ideais para os proprietários de primeira viagem

É importante saber que este artigo é um guia completo para a raça. Incluímos algumas curiosidades sobre a raça. Sugerimos que se você não está muito disposto a ler sobre a raça antes de comprar ou adotar, um animal como esse pode não ser ideal para você. Qualquer pessoa que vai adotar ou comprar um cachorro precisa estudar bastante, conhecer a raça e se dedicar a entender tudo sobre ela. Assim, você garantirá que dará os melhores cuidados ao animal.

Bull Terrier: a origem da Inglaterra para o mundo

Esses cães distintivos são uma raça relativamente nova que foram desenvolvidas no século XIX por James Hinks. Seus descendentes permanecem criadores até hoje. Hinks padronizou os cães, criando seletivamente Bull Terriers com uma variedade de outras raças e seu objetivo era criar um companheiro de cavalheiros.

Bull Terriers foram inicialmente desenvolvidos para realizar o controle de vermes (como ratos, toupeiras, etc) e a participação em esportes de combate. Eles conseguiram a velocidade de terriers menores, mas também a tenacidade do buldogue. Muitos criadores começaram a cruzar buldogues com terriers, mas eram esforços de James Hinks, que levaram ao bull terrier inglês, um cão que foi agraciado com melhores pernas e uma cabeça mais agradável.

Hinks favoreceu cães brancos que eram geralmente uma escolha popular, mas no século 20, os criadores introduziram cães coloridos para suas linhas de reprodução devido às questões de saúde associadas a cães brancos. Os Bull Terriers miniatura estão conosco por tanto tempo quanto seus primos maiores, mas só foram reconhecidos como uma raça separada em 1939.

Bull terrier: características e expectativa de vida

O tamanho médio do Bull Terrier varia entre 45 – 55cm. O peso médio do Bull Terrier vai entre 20 e 29kg, com uma expectativa de vida entre 10 e 14 anos.

As cores aceitas para o Bull Terrier incluem: Branco, Tri-Color, Brindle & Branco, Vermelho e Branco, Bege, Branco, Branco e Preto Malhado

Um resumo rápido para o Bull Terrier inclui os seguintes aspectos:

Poderoso e muscular

Olhos estreitos

Cabeça longa

Focinho curvo para baixo

Pescoço forte

Pelo curto

Várias cores

Inteligente

Afinidade com as crianças

Ativo

Pode ser teimoso

Bruto e potencialmente destrutivo

Exercícios para a raça de cachorro bull terrier

les precisarão de 2 passeios decentes todos os dias e uma boa quantidade de brincadeira entre eles. Como todos os cães, se eles não conseguem a estimulação que eles precisam, seu comportamento pode se tornar destrutivo. Em situações severas, a mastigação de móveis podem causar um bloqueio do intestino, que leva a cirurgia para reparar.

Se você liderar um estilo de vida muito ocupado e ficar muito fora de casa, um Bull Terrier inglês pode não ser a raça para você.

Os casacos de pele esparsos ingleses Bull Terriers significam que sentem o frio mais do que a maioria, por isso é uma boa ideia fornecer-lhes um casaco durante o inverno.

Alguns Terriers Bull podem ser fortes e ocasionalmente imprevisíveis – eles podem tomar uma antipatia de outros cães, por exemplo. O treinamento ajudará com isso, mas às vezes pode ser melhor mantê-los na liderança.

Como treinar um Bull Terrier Inglês?

Os Bull Terriers geralmente tornam companheiros amigáveis ​​e felizes. No entanto, por causa de sua aparência, os membros do público podem vê-los como agressivos.

Normalmente, os Bull Terriers ingleses respondem bem ao treinamento, mas são fortes e, por vezes, teimosos. Eles precisarão de um líder determinado que lhes lida com reforço positivo. Se você é um dono de estimação pela primeira vez, um bull terrier inglês pode ser uma luta. Uma raça mais agradável, naturalmente submissa, provavelmente será mais adequada para você.

Desempenho do bull terrier

O Bull Terrier é um cão muito ativo, forte, e treinável para competições de agilidade. (Imagem: Pinterest)

O pelo da raça Bull Terrier

O casaco de pêlo Bull Terrier inglês é fácil de cuidar – uma escova semanal deve ser suficiente. Eles derramam durante a temporada de muda, mas raramente em qualquer outra época do ano. Você só precisará dar banho em seu Bull Terrier quando necessário: se eles rolam na lama, por exemplo.

Se você é uma pessoa ativa que despertou a ideia de gastar muito tempo com o seu cão, mas não se classifica como o tipo de pessoa que cuida excessivamente dos cachorros, um bull terrier inglês pode ser apenas a raça para você.

Complete sua rotina de cuidados com o Bull Terrier com escovação de dente regular, cortes de unhas e limpezas de ouvido.

Temperamento do Bull Terrier

Bull Terriers são amigáveis, feisty e extrovertidos. Eles amam a companhia de seres humanos, mas às vezes estão menos confortáveis ​​em torno de outros cães.

Eles estão cheios de energia e gostam de brincar, tornando-os menos adequados para crianças pequenas, mas potencialmente uma grande companhia  para crianças mais velhas.

Os Bull Terriers são naturalmente cautelosos com estranhos. Se eles vêem as crianças brigando, elas podem se confundir e intervir. Se você mora em uma casa barulhenta, repleta de crianças e outros animais de estimação, um bull terrier inglês pode não ser o melhor animal para você.

Qual o valor de um filhote de Bull Terrier?

Quando você está considerando o custo da vida de possuir um cachorro, lembre-se de levar em conta coisas como valor de compra, a comida, os gastos com saúde e outros cuidados.

1. Valor de um Bull Terrier

Adotar um cão adulto de um centro de resgate pode ser uma opção mais rentável, além de ter a vantagem adicional de oferecer uma casa para um animal de estimação sem uma

Se, em vez disso, você está comprando um filhote de cachorro Bull Terrier de um criador, você precisará adicionar esse custo. Cuidado com filhotes excepcionalmente baratos, pois eles poderiam vir de um cachorreiro. Estas são pessoas que criam os animais sem qualquer preocupação com a genética, bem estar, e saúde deles. Se você quiser comprar um filhote que tenha pedigree, recomendamos a procura de uma associação de criadores para garantir testes de saúde extras e atender a altos padrões.

Dito isto tudo, espere pagar um valor médio de 5 salários mínimos por um cão da raça. Este valor pode ser um pouco abaixo ou acima, dependendo da procedência do animal. Não se esqueça de se informar e pesquisar bem o criador antes de comprar, pois pagar mais caro não garante que o animal tem boa procedência.

2. Custos iniciais com o Bull Terrier

Vacinas de cachorro – se você resgatar um cão, centros respeitáveis ​​muitas vezes os vacinam para você. Lembre-se de que as vacinas de reforço em andamento serão necessárias para continuar sua imunidade.

Castração – você geralmente deve organizar para que seu cão seja castrado por volta dos 6 meses de idade, embora seu veterinário seja capaz de aconselhá-lo exatamente quando é o melhor. Verifique os preços em seu veterinário local, pois isso dependerá do seu veterinário e onde você mora. Alguns centros de resgate neutralizarão quaisquer cães que rehome, economizando esse custo.

Equipamento – incluindo uma coleira, identificação, camas de cachorro, tigelas de cachorro, creme dental de animais de estimação e escovas de dentes, escovas e brinquedos. Tenha em mente que tudo isso precisará ser substituído por desgaste ou danos ou se o seu cão passar ou danifica-os!

3. Custos contínuos com o Bull Terrier

A dieta do Bull Terrier irá variar dependendo da idade e quaisquer condições de saúde que possam ter. Você precisará alimentá-los uma comida completa e equilibrada para mantê-las magras e saudáveis.

Seu veterinário será capaz de lhe dizer o quanto seu cão deve estar comendo. Você deve alimentar um verdadeiro Bull Terrier uma boa qualidade, comercialmente disponível e complete a comida de cachorro e é geralmente recomendado para dividir sua permissão diária em duas refeições. Se você der seu cão um tratamento ocasional ou usar deleites para treinamento, lembre-se de levar isso em conta e reduzir sua permissão diária. As guloseimas não devem compõem mais de 10% de suas calorias ou podem desequilibrar sua dieta.

Você deve tentar alimentar seu cão ao mesmo tempo todos os dias para colocá-los em uma rotina. Lembre-se de deixar uma lacuna depois de comer e antes de se exercitar.

Inclua também os custos com check-ups no veterinário e possíveis gastos com canis, treinadores, e mais.

Bull Terrier em treinamento

O Bull Terrier precisa de treinamento e imprinting para não se tornar agressivo com outras pessoas e animais. (Imagem: Pinterest)

Quem é o dono ideal para o Bull Terrier?

Com uma aparência intimidadora, mas caráter amigável, o leal inglês bull terrier é ótimo com crianças pequenas e incrivelmente divertido. Como tal, esta raça faz para animais de estimação maravilhosos da família. Os cães gostam de vidas ativas ao ar livre e não demoram bem a ficar sozinhos. Eles se adequam a todos aqueles que trabalham em casa e que têm tempo para levar longas caminhadas.

Os Bull Terriers são cães de guarda brilhantes e se adaptarão à vida na cidade, mas podem ser muito barulhentos. Filhotes podem ser destrutivos em casa e podem ser difíceis de treinar. Os proprietários de cães da primeira vez podem encontrá-los para ser um punhado! A raia teimosa do Bull Terrier Inglês pode levar à frustração, mas essas criaturas corajosas podem ser companheiros incríveis. Não se engane, os valentões são inteligentes e podem facilmente aprender a dominar seus donos que precisarão adotar uma abordagem firme para o treinamento.

Problemas de saúde do Bull Terrier Inglês

Apesar de suas grandes personalidades, como muitos cães de raça pura, os Bull Terriers têm problemas de saúde ligados à sua raça. Atualmente, existe testes e triagem para alguns dos problemas Bull Terriers podem ter. Muitas vezes, os clubes de raça também poderão fornecer conselhos sobre o que os testes que sua raça pode precisar e onde fosse feito. Certifique-se de que os pais do seu filhote tivessem a triagem de saúde relevante para reduzir as chances de seu filhote sendo afetado por essas condições perturbadoras.

Bull Terriers estão entre um grupo de raças classificadas como “categoria dois” pelas associações de criadores. Estas são raças de cão que foram destacadas como tendo ‘pontos de preocupação’ – características que, se exageradas, podem afetar a raça no futuro e causar problemas de saúde e bem-estar. Para Bull Terriers, isso é por causa de seu nariz, que pode significar que seus dentes não se alinham corretamente, causando problemas de abrir e fechar a boca. Se você quiser minimizar o risco de seu cão obter problemas devido a recursos exagerados, você precisa conhecer a procedência da genética do cão.

Algumas condições comuns de saúde inglês Bull Terriers se desenvolvem incluem:

Surdez – Onde os cães nascem sem ouvir. O teste de resposta evocado auditivo do tronco cerebral (BAER) deve ser usado para testar os filhotes para isso.

Acrodermatite letal – Uma doença genética que causa problemas fatais de pele e crescimento. Isso só afeta os Bull Terriers brancos e um teste de DNA pode ser exibido para portadores disso.

Problemas renais – Testes de urina podem filtrar os pais para isso.

Problemas cardíacos – Testes e exames de coração podem filtrar para problemas de válvulas de coração.

Luxando patelas – Onde os joelhos deslizam temporariamente fora do lugar. Antes de comprar os pais podem ser verificados por um veterinário para isso.

Atopia – alergias causando infecções coceiras da pele e da orelha.

Filhote de Bull Terrier

Olha que coisa mais fofurinha! Não acha que pode ser o bichinho certo pro seu lar? (Imagem: Pinterest)

Como cuidar de um Bull Terrier inglês?

Bull Terriers pode ser uma grande adição se você está procurando um companheiro canino. Eles são muito animados e gostam de ter a empresa o máximo possível, então você precisa ter certeza de que você está por perto para uma boa parte do dia.

1. Latido

Como todos os cães, o Bull Terriers provavelmente fará um pouco de barulho de vez em quando. Quanto ruído seu cão faz será para baixo à sua personalidade individual. Se você está tendo problemas com ruído excessivo ou latido, recomendamos buscar o conselho de um treinador credenciado.

2. Treinamento, socialização e imprinting

Você precisará ser firme, mas justo com o seu Bull Terrier, pois eles podem ter uma natureza forte. O treinamento precisa estar em andamento e todo mundo que cuida do seu Bull Terrier precisará seguir as mesmas regras.

Se você conseguir um filhote, precisará continuar a socializá-los e usar treinamento positivo e baseado em recompensa desde o primeiro dia, com boas doses de imprinting. Pode ser difícil ser consistente no início, mas é importante que eles aprendam como se comportar adequadamente se tornar ótimos animais de estimação. Você pode verificar se o seu veterinário local executa festas de filhotes ou encontrar grupos de filhotes locais online ou no jornal, então você socialize seu filhote com outros cães (assim que eles estiverem totalmente vacinados).

3. Exercícios

Como muitas raças, Bull Terriers são animados e podem ficar um pouco barulhentos se não tiverem chance de se livrar de toda a energia deles.

Seu Bull Terrier precisará de pelo menos uma hora de exercício por dia. Isso deve incluir passeios, com prazo extra e uma boa quantidade de estimulação mental para que eles não fiquem entediados. Geralmente é melhor se você dividir o exercício do seu cão no dia em vez de tentar fazer tudo de uma só vez.

Cores do Bull Terrier

Na imagem, algumas das cores aceitas para os Bull Terrier. (Imagem: Pinterest)

Asseio do Bull Terrier

Inglês Bull Terriers tem casacos de manutenção bastante baixos, o que significa que você não precisará nos enfrentar muito. Dando-lhes uma escova uma vez por semana deve ser suficiente para manter seu casaco saudável e brilhante.

Você também precisará verificar os ouvidos do seu cão regularmente para se certificar de que eles estão limpos e captam qualquer irritação ou infecções no início do Bull Terriers são mais propensos a desenvolver alergias na pele. Verifique com seu veterinário, pois pode valer a limpeza regular de ouvidos para evitar problemas se o seu cão estiver em risco.

Crianças e o Bull Terrier dão certo?

Enquanto o seu cão for socializado corretamente, eles devem se dar bem com pessoas de todas as idades. No entanto, como eles podem ser um pouco excitáveis, eles são melhores com filhos mais velhos. Sempre supervisione seu cão com filhos de qualquer idade e adultos desconhecidos com o seu cão, então o tempo de brincar não fica pesado demais. Certifique-se de reconhecer os sinais de infelicidade ou ansiedade em seu cão para ajudar a evitar conflitos.

Companheiro bull terrier

O Bull Terrier pode se tornar um ótimo companheiro quando recebe carinho, cuidados, e treino adequados. (Imagem: Pinterest)

Bull Terrier pode conviver com outros animais de estimação?

Alguns Terriers Bull podem ficar nervosos ou mesmo agressivos em torno de outros cães, se não socializados, e é por isso que os socializá-los bem e cedo é tão importante. Um bull terrier bem socializado provavelmente estará mais relaxado em torno de outros cães.

Se o seu cão cresceu com outro animal de estimação em casa desde a jovem idade, eles podem se dar bem com eles. Como eles têm uma alta presa, é sempre melhor ter cuidado ao redor de gatos e outros animais pequenos e nunca os deixe sem supervisão juntos, mesmo que o seu cão os conheça bem.

O que acham dos Bull Terriers? Vocês teriam ou tem um?

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André sempre se preocupou com animais de estimação e já teve cachorros, gatos, chinchilas, peixes, e hamsters. Para poder cuidar dos seus bichos, teve de pesquisar e estudar muito, conversando com técnicos e profissionais da área. Desde 2012, decidiu compartilhar com os leitores do blog o conhecimento que aprendeu em todo este tempo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário