No artigo de hoje vamos falar sobre os animais que vivem presos, eles são felizes? Como podemos melhorar a qualidade de vida deles? Existe alguma forma de dar mais liberdade? Todas as respostas e algumas sugestões você vai encontrar neste artigo.

Antes de continuar o artigo eu vou deixar bem claro que darei apenas sugestões para minimizar estas situações, uma vez que sou totalmente contra prender animais, principalmente quando se trata de pássaros em gaiolas.

Como ajudar os pássaros

Como falei no início do artigo, eu sou totalmente contra criar pássaros em gaiolas ou qualquer tipo de cárcere, mas como eu sou apenas um neste mundo, vou tentar ajudar as pessoas a melhorar as condições de criação destas aves.

Você deve preocupar-se em deixar o ambiente sempre agradável e o mais perto possível do verdadeiro que os pássaros viveriam. A opção de gaiolas pequenas é a mais utilizada, porém é a mais covarde de todas em minha opinião.

Caso você decida criar pássaros de estimação, pense na possibilidade de fazer um viveiro que tenha bastante semelhança com as condições ambientes de vida de um pássaro.

Você deve preocupar-se demais com a ideia de espaço que um pássaro está acostumado a ter e o que ele terá em uma simples gaiola. Na imagem abaixo você pode ter uma ideia de um lindo viveiro que da todas as condições de uma vida saudável para as aves que vivem presas.

Como criar pássaros presos em boas condições?

Exemplo de um perfeito viveiro para pássaros

Como ajudar os cães

Primeiramente você deve saber que os cães são animais totalmente sociáveis e vão sofrer muito com o abandono. É muito importante que você crie espaços e limites para seu animal, mas muita gente não tem paciência para este período de treinamento e preferem colocar uma corrente e deixar o animal no quintal, o que é uma covardia sem tamanho.

Se você não tiver condições de treinar o seu animal, ou não concordar que ele possa frequentar o interior de sua casa, você deve tomar algumas medidas para que sua vida no quintal não seja monótona e depressiva.

Você que se preocupa com a possibilidade do seu animal fugir de casa não precisa privá-lo de liberdade colocando uma corrente próxima a casinha. Existem maneiras de dar liberdade ao seu cão, mesmo vivendo preso, veja como agir.

1ª Opção

Você pode vedar todas as saídas do quintal de sua casa, você fará uma espécie de cercado que permitirá que seu cão circule livremente por todo o ambiente. Observe as características físicas e de comportamento do seu animal para estipular o tamanho e resistência deste cercado que vai fazer.

Uma dica importante que vamos te dar é que nos primeiros dias que você solte o animal, você deve permanecer no quintal observando os seus movimentos e ver se o cão não vai encontrar nenhuma falha no cercado.

2ª Opção

No caso de você não ter condição de fazer este cercado, você pode construir um sistema de alongamento de corrente, o que é bem simples de ser feito.

Você deve fixar um cabo resistente e prender a corrente neste cabo, o cão poderá movimentar-se durante toda a extensão deste cabo e aproveitar um espaço muito maior do ambiente do que se estivesse preso simplesmente a corrente.

Cachorro preso vive feliz?

Você acha justo criar cachorro preso?

Cuidados especiais

Você deve ter noção que um animal preso não tem condições de buscar alimentos e água, muita menos de chamar sua atenção para esta necessidade, você deve redobrar os cuidados e manter comida e água fresca sempre ao alcance deste animal preso.

A casa do seu cachorro, a gaiola do seu pássaro ou qualquer outro abrigo para seu animal de estimação que vá viver preso deve ter todas as condições de protegê-lo, além de oferecer uma ótima condição de conforto e bem estar.

Você deve preocupar-se com as épocas de frio e calor intenso para deixar o ambiente propício para saciar as necessidades do animal. Este abrigo também deve atender um padrão mínimo de conforto, observe o tamanho de seu animal. Desta forma você não vai colocar um animal grande em um abrigo apertado.

Soluções

Mesmo que pareça sem solução, você deve estar sempre considerando a possibilidade de encontrar uma saída para a situação de seu animal que vive preso.

Estamos chegando ao final deste artigo e você deve pensar bem na situação em que seu animal de estimação vive, pense como você se sentiria no lugar dele e tente ver as possibilidades de melhoria sempre.

Estamos chegando ao final deste artigo e esperamos que todos tenham entendido a seriedade deste assunto e possam tomar a melhor decisão possível.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)