Se você é dono ou amante de um cão, provavelmente se encontrou coberto de pelos de cachorro em algum momento. Mas você sabia que cada raça tem diferentes tipos de pelos? Estamos aqui para dividir as diferenças para que você saiba os diferentes pelos de cachorro e como cuidar deles.

Pelo de cachorro: tipos básicos

Os cães basicamente tem dois tipos de pelos:

  • Pelagem dupla

A maioria dos cães tem uma camada superior composta de pelos de proteção rígidos, que tendem a ser naturalmente repelentes à água. O revestimento superior protege a pele do cachorro e sua capa inferior, que é um tipo de pelo esquisito ou solto um pouco mais curto do que a camada superior. A pelagem inferior serve como isolamento para manter o cão quente durante clima frio ou outros extremos. O cão perder a pelagem inferior duas vezes por ano, sendo isso uma coisa sazonal.

  • Pelagem simples

Apenas uma camada superior se forma nesses cães, que geralmente perdem menos pelos do que os seus homólogos de pelagem dupla. Você pode dizer o tipo de pelagem que o seu cão tem ao separar os pelos para ver se ele tem uma camada mais longa e áspera, combinado com uma pele macia e suave (pelagem dupla) ou o mesmo tipo de pelo por toda parte.

Do mesmo modo, existem diferentes texturas para a pelagem dos cães, que vamos descrever abaixo.

Tipos de pelos de cachorros

Os pelos do Doberman Pinscher são belos do tipo liso e curto. (Foto: PetWave)

Cachorro de pelo liso e curto

As raças de revestimento curto (ou de revestimento liso) tem pelos lisos e curtos que se encontram perto do corpo. As raças de corte curto tendem a ser populares porque classificam como muito fáceis de cuidar, de modo que, para donos de animais de estimação que não tenham muito tempo, esse tipo de pelagem é ideal. As raças de corte curto ainda precisam de alguns cuidados, no entanto. Uma rápida escovada com uma escova de cerdas algumas vezes por semana manterá a cobertura bem e se livrará do excesso de pelos. Exemplos de raças de pelo liso e curto incluem Doberman Pinscher, Galgo e Labrador Retriever.

Border Collie

Já o Border Collie tem um pelo médio, lindo de tocar e dar muito carinho. (Foto: RapidFire Border Collies)

Cachorro com pelagem média

As raças de revestimento médio tem um pelo ligeiramente mais longo do que as raças de corte curto. Normalmente é de cerca de um dedo de comprimento e pode ficar ligeiramente solto do corpo. As raças de revestimento médio requerem uma quantidade moderada de escovação porque embaraços ainda são capazes de se formar nos seus pelos curtos. Escovar todos os dias com uma escova de cerdas geralmente cuidará deste tipo de pelagem. Alguns exemplos de raças de revestimento médio incluem Border Collie, Pastor Alemão e Golden Retriever.

Tipos de pelos em cães

O Shih Tzu é um exemplo de cão de pelo longo. E que pelos lindos, não é? (Foto: Vetstreet.com)

Cachorro de pelo longo

As raças de pelos longos tem pelos que podem chegar ao chão! Essas raças são muitas vezes os cães “modelo”, com seus pelos longos e fluídos flutuando enquanto caminham com estilo. Mas com toda aquela beleza vem uma enorme quantidade de esforço. As raças de cabelos longos exigem cuidadosa higiene diária. Uma pelagem longa e descuidada não é apenas atraente, mas dolorosa para o cão com o acúmulo de nós e emaranhados. Muitas pessoas que possuem raças de pelos longos preferem cortá-los para um tamanho mais administrável. As raças de pelos longos incluem Shih Tzu e Yorkshire Terrier.

Tipos de pelagem em cães

Basicamente todas as raças de terrier tem a pelagem dura ou de arame, que pode ser um desafio de cuidar. Veja só esse Kerry Blue Terrier, por exemplo. (Foto: Vetstreet.com)

Cachorro de pelagem dura ou de arame

Os cachorros de pelagem dura ou de arame tem uma camada externa áspera de pelos irregulares. Você notará que a sensação desses pelos é bem diferente da sedimentação macia de uma pelagem curta ou média. Os revestimentos de pelagem dura exigem um pouco de manutenção além da escovação típica. Como esses pelos não caem, você precisará mantê-los saudáveis ​​e em forma, arrancando os pelos velhos e mortos. Muitos donos de animais de estimação deixam essa tarefa para um cuidador profissional. As raças de pelagem de arame incluem muitas raças Terrier.

Tipos de pelos em cães

O Bichon Frise é um exemplo de cão com os pelos encaracolados, um grande desafio para se cuidar. (Foto: Dogtime)

Cachorro de pelos encaracolados

As raças de pelos encaracolados tem pelos variando de ondas suaves a cachos apertados. Como o tipo de cachos varia, não existe uma única maneira de prepará-los. Alguns são mantidos em curtes curtos, outros em uma onda mais solta, e alguns até crescem em fios longos. O tratamento profissional para este tipo de pelagem é geralmente necessário. Exemplos de raças revestidas de pelos encaracolados incluem Bichon Frise, Retriever de pelo encaracolado, e Poodles.

Tipos de pelagem em cães

O Xoloitzcuintli é um cão com um nome bem exótico, e um exemplo de cão que não tem pelos. (Foto: Dog Breeds)

Cachorros sem pelos

Embora não sejam muito comuns, algumas raças são consideradas sem pelos. Eles geralmente tem uma camada fina sobre seus corpos, mas nenhuma pelagem muito aparecente. Embora isso torne as tarefas de limpeza muito mais simples, os cachorros sem pelos precisam de uma proteção extra contra o clima. Exemplos de raças sem pelos incluem o cão com crista chinês e a exótica raça Xoloitzcuintle.

Tipos de pelagem em cães

O Labradoodle é uma exótica combinação entre o labrador e o poodle, e tem um pelo também resultante dessa combinação. (Foto: Pets4Homes)

Combinação e pelagem

Devido a muitos tipos diferentes de cães sendo criados, estamos vendo muitos mais pelagens combinadas nos dias de hoje. Se o seu cão é uma raça cruzada e não se enquadra em nenhuma das categorias acima, provavelmente tem uma pelagem combinada. Exemplos incluem o Cavapoo, o cruzamento de um Spaniel e um Poodle, e o Labradoodle, o cruzamento entre Poodles e Labradores.

Conhecem outras raças e diferentes tipos de pelagem? Quais?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)