Sua namorada entrou em seu apartamento. De repente, começa uma crise de espirros. E seu bichinho de estimação aparece com uma carinha inocente e uma bola na boca querendo brincar. Quem nunca viveu uma situação parecida?

Ninguém vai desistir do bichinho de estimação, é lógico. Mas mais de 15% da população mundial é alérgica aos animais. E elas podem surgir a qualquer momento.

Não pense que a alergia vem dos pelos do animal. Isso é um erro comum. Mesmo um gato todo careca pode causar alergias. São os flocos que caem da pele do animal, normalmente células mortas, que te fazem ter a alergia. A saliva do animal nos pelos, assim com a urina também podem ter seu grau de culpa. E os pobres gatos são causadores mais comuns de alergias que outros animais.

Sintomas

Coceiras no olho, dificuldades em respirar, manchas na pele, asma. Principalmente em crianças, as alergias a animais podem ser difíceis de serem identificadas. Ninguém nasce com uma alergia. Desenvolvemos elas através da exposição. Crianças menores de dois anos que são expostas a animais demonstram em pesquisas terem menor propensão a alergias.

Animais e alergias

Para tudo existe uma solução, inclusive reações alérgicas a bichinhos de estimação. Então, não se desespere: espirre mais um pouquinho e mãos a obra para acabar com as alergias! (Foto: twinik.com)

O ideal para saber se você é alérgico ou não é a consulta a um alergologista. Não tente ter certeza sozinho. O problema pode ser outro que não o seu bichinho favorito.

Lidando com o bichinho de estimação em casa

Algumas regras para quem é alérgico mas quer conviver ou ter um bichinho:

  1. Limite as áreas da casa onde o animal é permitido. Não deixe que ele fique em seu quarto ou na cama.
  2. Compre um filtro HEPA. Podem ser portáteis ou para a casa inteira. É basicamente um sistema efetivo de filtração do ar.
  3. Remova os carpetes. Eles podem prender os flocos da pele de seu animal e piorar suas alergias.
  4. Tenha um chão que possa ser facilmente limpo. Madeira ou um piso sólido de pedra são mais recomendados.
  5. Lave bem suas roupas, roupas de cama e a cama do seu animal com água quente. Isso vai ajudar a matar também os ácaros, causadores de alergias.
  6. Cubra os assentos de seu carro com coberturas laváveis ou proíba seu animal de entrar no carro.
  7. Lave as mãos após brincar com o animal
  8. Limpe e aspire a sujeira em sua casa regularmente.
  9. Ao ter qualquer reação alérgica, principalmente alergias de pele, procure logo o médico.
Tratando do bichinho

Dê banhos mais frequentes em seu animal. Mesmo um paninho molhado já ajuda. Vitaminas e suplementos podem ajudar a manter a saúde da pele de seu cão ou gato, evitando excesso de flocos de pele no chão.

Não pense que bichinhos pequenos ou maiores altera a intensidade da alergia. Ela vai ser a mesma, independente de você ter um chihuahua ou um são bernardo.

A última cartada

Se nada disso funcionar, o paciente será tratado com corticosteroides, especialmente se for asmático. Mas nunca se automedique. Procure um veterinário apra as dicas de como lidar com seu bichinho e um alergologista para seus problemas de saúde. Seu bichinho agradece!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)