Você já notou sua cachorra agindo um pouco mais preguiçoso do que o habitual, ou talvez comendo menos de suas refeições à noite? Estes podem ser sinais de gravidez, e se ela parecer saudável e feliz, você pode ter filhotes a caminho. Alguns desses sintomas também podem ser sinais de doença, por isso é importante que qualquer alteração marcada na aparência, no apetite ou no nível de atividade seja registrada. Claro, se você acha que sua cadela pode estar grávida, você tem uma razão muito mais feliz para levá-la ao veterinário! Aqui estão alguns sinais que podem significar uma cadela prenha.

Como saber se minha cachorra esta prenha pelo nível de atividade?

Se a sua cadela se cansar facilmente ou estiver gastando mais tempo dormindo, isso pode indicar que ela está grávida. Para cães que são tipicamente energéticos, essa diminuição deve ser levada a sério. Para cães que já gostam de cochilar durante todo o dia, pode ser mais difícil notar uma diminuição na energia. Se for esse o caso, tente prestar mais atenção à rapidez com que ela se cansa durante as caminhadas.

Como saber se uma cadela esta grávida pelo apetite?

O apetite de uma cadela grávida pode flutuar de diferentes maneiras, dependendo da cachorra e do estágio da gravidez. No início ou no meio da gravidez, ela pode comer menos ou mesmo vomitar ocasionalmente (o equivalente canino aos enjoos matinais). No entanto, ela também pode comer mais do que o habitual e ficar insatisfeita com as refeições. Estas flutuações correspondem às alterações hormonais da sua cadela.

Sintomas comportamentais de cachorra prenha

Se a sua cadela estiver grávida, você poderá notar algumas mudanças em seu comportamento. Por exemplo, ela pode buscar o conforto de seu dono com mais frequência. Uma cadela prenha pode passar mais tempo ao seu lado, procurando atenção extra. Por outro lado, uma cadela prenha pode buscar isolamento e não desejar ser incomodada; ela pode parecer deprimida ou até irritada quando recebe atenção.

Sinais de gravidez em cães

Alguns sinais de uma cachorra grávida são mais claros, enquanto outros não são tão claros e fáceis de identificar. (Foto: PetCoach)

Mamilos aumentados ou descoloridos podem ser sinais de gravidez na cadela

Enquanto os mamilos de uma cadela são normalmente pequenos, a gravidez faz com que os mamilos cresçam em tamanho durante os primeiros estágios da gravidez. As auréolas também se tornam um pouco arredondadas em comparação com a sua planicidade habitual. Você também pode perceber que os mamilos da sua cadela ficam um pouco mais vermelhos do que o normal, o que indica um aumento no fluxo sanguíneo. Mais tarde na gravidez, os mamilos podem ocasionalmente vazar leite também.

Ganho de peso e abdômen aumentado na gravidez canina

À medida que os filhotes crescem, o abdômen da sua cadela se expandirá em tamanho. Esse pode ser um dos indicadores mais claros da gravidez de um cão, especialmente se seu cão não tiver outro motivo para ganho de peso súbito. No entanto, o aumento do abdômen ocorre relativamente tarde na gravidez do seu cão, o que significa que, se você notar esse sinal, junto com os outros, é hora de levá-la ao veterinário.

Comportamentos de nidificação da cadela

Durante as últimas semanas de gravidez, você pode observar seu cão começar a rasgar a cama e outros materiais disponíveis para criar um ninho. Ela também pode ficar irritada e reclusa durante esse período, por isso é melhor limitar o contato dela com crianças pequenas.

Em comparação com os seres humanos, os períodos de gestação do cão são relativamente curtos, de 56 a 70 dias. Como resultado, agir rapidamente sobre os sinais da gravidez é crucial para garantir um parto confortável e seguro para os novos filhotes. Após um exame adequado, o veterinário local pode fornecer todas as instruções necessárias para cuidar adequadamente do seu animal de estimação grávida.

Você acha que sua cadela pode estar grávida? Quais sinais ela está apresentando?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)