O Registro Geral Animal é um documento que funciona como uma carteira de identidade para bichinhos de estimação, principalmente cães e gatos. Ele é uma ferramenta utilizada para quando o animal se perder e for encontrado, ser encaminhado para seu dono.

Quando registrado, o bichinho recebe uma coleira com a plaqueta e o RGA. Portanto, nem sonhe em tirar ela para não ser pego desprevenido. Em São Paulo o RGA já é obrigatório para cães e gatos.

Como nossa própria identidade, o RGA é único e permanente. Existem mudanças possíveis de serem feitas no caso de adoção, venda ou troca de dono, quando o endereço e o responsável pelo animal será modificado no sistema. Escrita junto à plaqueta de registro do animal também deve estar o telefone do dono, facilitando qualquer contato em caso de perda do animal.

Plaquetas com o RGA animal

É recomendado que junto do RGA de seu animal você também utilize uma plaqueta com seu número de telefone para facilitar o contato em caso do animal se perder. (Foto: projetosantuario.blogspot.com)

Obter o registro é muito fácil. Ele é realizado no Centro de Controle de Zoonoses ou outros estabelecimentos veterinários credenciados. Para tal, você precisará dos seguintes documentos:

  • CPF do dono
  • RG
  • Comprovante de residência
  • Atestado de vacina emitido e assinado por um veterinário ou pela prefeitura de sua cidade no máximo 12 meses antes do registro

Em caso de perda do RGA, você pode solicitar uma segunda via através do cancelamento do registro antigo no Centro de Controle de Zoonoses ou estabelecimentos veterinários credenciados. No caso de morte do animal, o RGA deve ser cancelado.

Mesmo ainda não sendo muito popular, o RGA deve ser uma obrigação do dono para com o animal. Isto porque os casos de animais perdidos nas grandes cidades são muito comuns. Além disso, tal controle ajudará as autoridades a desenvolver políticas públicas mais voltadas para os bichinhos, a partir do momento em que conseguem manter um banco de dados com o controle de quantos bichos existem por região, o aumento anual deles e por aí vai.

Nunca se esqueça de guardar os comprovantes de vacinação do seu bichinho de estimação, junto com os seguintes dados:

  • Nome, RG e endereço do dono
  • Nome, a espécie, a raça, a pelagem, o sexo, a data de nascimento e o RGA do seu bicho
  • Nome, o número da partida, o fabricante e as datas de fabricação e vencimento da vacina
  • Data da vacinação e os dados do estabelecimento que a aplicou
  • Carimbo com nome completo do veterinário, sua inscrição no CRMV e assinatura.

Fazendo tudo isso, você garante uma maior segurança para sua família, incluindo aqui os bichinhos de estimação, e um bem estar inigualável prevendo quaisquer problemas quando seu pet favorito resolver dar uma escapadinha.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

4 comentários para “O que é e como fazer o RGA ? Registro Geral Animal”

  1. Maria Lenivalda Gomes dos Santos

    Qual o valor tem um endereço que eu possa fazer. O RG dela?

    Responder
    • Equipe Estimação

      Maria, converse com um veterinário em sua cidade.

      Responder
  2. Marcio Francisco Benedito

    Gostaria muito de cadastrar meu animalzinho no Estado que eu tanto Amo, que é São Paulo-SP, Vocês podem me ajudar, por favor.

    Responder
    • Equipe Estimação

      Olá Marcio, sugerimos que use os sites de busca para encontrar o mais próximo de você.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)