Não faz muito tempo, terapias complementares ou alternativas, como são mais frequentemente referidas, foram encaradas com desprezo e desconfiança por grande parte da profissão veterinária. Exemplos incluem acupuntura, homeopatia, fisioterapia, quiropraxia, massagem e ervas para citar apenas alguns.

Por que buscar um terapeuta complementar?

Hoje, essas modalidades “alternativas” estão se tornando amplamente aceitas e respeitadas como companheiros viáveis ​​à medicina veterinária tradicional. Eles são mais corretamente referidos como “terapias complementares” e devem ser usados ​​em conjunto com (para complementar) a medicina veterinária tradicional.

Às vezes, os animais podem ter condições, como claudicação persistente (mancando), anormalidades na marcha, perda de desempenho, problemas de pele etc., que não melhoram com o tratamento veterinário tradicional. Muitos proprietários, embora desejem fazer o melhor para o seu animal de estimação, procuram terapias “alternativas” para fornecer uma “cura”.

Embora não haja alternativa ao diagnóstico e atendimento veterinário adequados quando se trata da saúde do seu animal, as terapias complementares podem funcionar em conjunto com a medicina tradicional e não devem interferir ou prejudicar o animal de forma alguma.

Algumas das terapias complementares mais populares para animais seguem abaixo.

Acupuntura veterinária

O tratamento com acupuntura visa restaurar o equilíbrio natural do corpo, estimulando ou deprimindo órgãos específicos, usando os pontos de acupuntura adequados e correspondentes, localizados ao longo de vários meridianos. Usado para uma grande variedade de queixas, incluindo claudicação, queixas na pele, problemas reprodutivos e outros problemas músculo-esqueléticos.

Terapias complementares

A terapia complementar contribui para dar os cuidados importantes para seu bichinho de estimação, proporcionando uma melhor saúde aos animais. (Foto: HomeoAnimal.com)

Homeopatia veterinária

O princípio básico da homeopatia é o de “tratar iguais com iguais”. Se você tomar uma substância (geralmente tóxica) e administrá-la a um corpo saudável normal (humano ou animal), ela produzirá certos sintomas. Essa mesma substância, quando administrada em quantidades mínimas, ajudará a curar esses mesmos sintomas se forem produzidos no corpo por alguma outra causa, como doença ou enfermidade. A homeopatia estimula as defesas naturais do corpo, despertando o sistema imunológico para combater a doença.

A homeopatia demonstrou ser útil no tratamento de muitas doenças e enfermidades, além de problemas comportamentais.

Ervas para animais

Provavelmente uma das formas mais antigas de medicina, os remédios à base de plantas são usados ​​há muitos milhares de anos. Ainda hoje, uma grande porcentagem de nossos medicamentos convencionais provém ou foram derivados de plantas.

Os remédios à base de plantas podem aliviar uma grande variedade de condições e, geralmente, sem muitos dos efeitos colaterais indesejados associados aos medicamentos convencionais.

Fisioterapia e quiropraxia veterinária

A fisioterapia é comumente usada para tratar condições do sistema músculo-esquelético e lesões dos tecidos moles. Já a quiropraxia lida principalmente com a coluna e a relação da coluna com o sistema nervoso. É muito útil para tratar problemas de mobilidade, marcha, claudicação, desempenho, bem como condições do sistema músculo-esquelético e lesões de tecidos moles.

Massagem animal

Massagem, liberação miofascial e terapia com ponto de gatilho são usadas para aliviar a tensão e melhorar a função muscular. Técnicas de massagem são usadas para aliviar a tensão muscular resultante de lesão, cirurgia, má conformação ou desempenho atlético.

Todos os praticantes de animais complementares devem trabalhar ao lado do seu veterinário, pois pode ser um grande problema deixar qualquer terapeuta de animais trate um animal sem permissão veterinária. Uma vez diagnosticado o problema, o veterinário, o proprietário e o terapeuta podem trabalhar juntos para selecionar um programa de tratamento que, com sorte, retorne o animal à saúde.

Se um problema subjacente não for diagnosticado, as viagens regulares ao praticante de animais apenas atrasarão a recuperação e custarão dinheiro. Quanto mais cedo o problema for diagnosticado por um cirurgião veterinário, mais cedo poderá ser iniciada a terapia correta, o que obviamente é melhor para o animal.

Quais dessas terapias vocês já usou com seu bichinho? Quais efeitos conseguiu?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)