Como é aplicação de microchip de cachorro?

Escrito na categoria "Cães, cachorros e caninos" por André M. Coelho.

Segundo as estatísticas, um em cada três animais de estimação se perde em algum momento de suas vidas, e o seu pode muito bem ser um deles. Para os criadores mais preocupados, esse é o motivo mais do que suficiente para microchipar seu companheiro canino. Mas como funcionam os microchips para cães? Como eles são instalados?

O que é um microchip de cachorro?

Um microchip é um transponder de identificação por radiofrequência que possui um número de identificação exclusivo e é aproximadamente do tamanho de um grão de arroz. Quando o microchip é escaneado por um veterinário ou abrigo, ele transmite o número de identificação. Não há bateria, energia nem peças móveis. O microchip é injetado sob a pele frouxa entre as omoplatas do seu cão e pode ser feito no consultório do seu veterinário. Não é mais invasivo do que uma vacinação.

Mas como é a identificação do chip para cães?

O identificador exclusivo do chip não serve para nada, a menos que você o registre em um banco de dados nacional de recuperação de animais de estimação. Você deseja usar um serviço de recuperação que tenha acesso a diferentes bancos de dados e tecnologias de microchips. Um serviço de plano de saúde, por exemplo, participa de um ou mais bancos de dados para que possam verificar os registros usando a Ferramenta de pesquisa de microchip de animal de estimação.

Microchip em cachorros

Os microchips em cachorros ajudam na identificação dos animais e na segurança dos bichinhos de estimação. (Foto: Newsweek)

Registro do microchip canino

Ao registrar o microchip do seu cão, insira todas as informações de contato relevantes. É uma boa ideia incluir números de telefone fixo e celular para você e qualquer outra pessoa em sua casa que seja responsável pela propriedade. Você não deseja perder uma ligação informando que seu companheiro canino foi encontrado. Lembre-se de manter suas informações de contato atualizadas também com o registro.

Embora a tecnologia de microchips seja bastante madura, registros diferentes oferecem serviços diferentes. Alguns serviços fornecem um Alerta de animal de estimação perdido, que transmite as informações do seu cão a uma rede de veterinários, abrigos e voluntários em sua área.

Cuidado: microchips não são dispositivos de rastreamento

Os microchips de informações e microchips de GPS não substituem um ao outro; eles são complementares e cada um é útil para localizar um cão perdido de maneiras diferentes. Um GPS pode indicar onde está seu cão, mas não pode fornecer suas informações de contato para as pessoas próximas que o ajudariam a devolvê-lo para casa.

Também requer baterias e pode ser perdido, como uma coleira ou etiquetas. Os microchips, porque são inseridos na pele de um cachorro, são permanentes. Embora eles não possam guiá-lo para a localização do seu cão, eles fornecem uma maneira de você ser contatado por quase qualquer veterinário ou abrigo, se o seu filhote for levado até um local com um leitor de chips.

Por que colocar um chip em um cachorro?

Animais de estimação com microchips têm até 20 vezes mais chances de se reunir com seus donos. É um procedimento simples, não é caro e os riscos são mínimos. Portanto, aproveite a oportunidade para ter seu cão microchip, porque o pensamento de perdê-lo para sempre é demais para suportar.

Como é a colocação do chip no cachorro?

É um procedimento simples. O veterinário apenas pega uma seringa, coloca o chip nela, e insere no animal, geralmente na região do pescoço. É um processo simples e rápido. Após a inserção do chip, ele faz uma leitura teste, e inclui as informações do animal no chip.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André sempre se preocupou com animais de estimação e já teve cachorros, gatos, chinchilas, peixes, e hamsters. Para poder cuidar dos seus bichos, teve de pesquisar e estudar muito, conversando com técnicos e profissionais da área. Desde 2012, decidiu compartilhar com os leitores do blog o conhecimento que aprendeu em todo este tempo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário