As infestações de carrapatos e ainda mais de pulgas, são muito comuns em gatos e em cachorros. Basta sair para a rua que estes animais estão sujeitos a estes parasitas, presentes no ambiente e em outros animais. Alguns cuidados podem ser tomados para impedir que os animais contraiam estes parasitas, como a coleira anti-pulgas e o cuidado com o ambiente. Mas se o seu gato ou cachorro já está com infestação de pulgas e carrapatos, saiba o que fazer para acabar com este problema.

Em primeiro lugar, se o animal de estimação está com pulgas e carrapatos, saiba que a maioria está no ambiente e não no pelo do animal. 60% das pulgas e 95% dos carrapatos estão presentes no ambiente! De nada adianta tratar do animal com banhos e medicamentos se a desinfestação não ocorrer nos locais em que o animal vive. Tapetes, cantos de estofados, roda-pés, frestas de tacos, casinhas e caminhas dos animais, são locais em que estes parasitas põem seus ovos, as pulgas de 500 a 600 ovos e os carrapatos de  4 a 5 mil ovos. Para a casa são indicados a utilização de aspirador de pó, a utilização de inseticidas próprios para estes parasitas e a limpeza diária da casa. O uso de inseticidas pode ser feito uma vez por mês até que a epidemia cesse.

Como tratar pulgas e carrapatos

Como eliminar pulgas e carrapatos do seu animal de estimação

O tratamento de pulgas e carrapatos direto no animal deve ser feito primeiramente através do banho com xampu anti-pulgas. Deixe o xampu agir por em média 5 minutos e então enxague. Ao final do banho escove o animal para retirar as pulgas e carrapatos mortos e seus ovos. Se a infestação for grande, você pode utilizar remédios anti-pulgas/carrapatos em spray, como o Frontline. Ele não repele as pulgas, mas as mata no corpo no animal. O remédio deve ser passado ao longo de todo o corpo do animal, barriga, orelhas e rabo. Existe também a dose única do remédio que é aplicada na parte superior do pescoço, para que ele não possa lamber o local. O tratamento pode ser feito regularmente, mesmo que você não veja os parasitas em seu animal. Entretanto, consulte um veterinário para uma orientação mais específica a respeito dos intervalos e frequência do tratamento.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

4 comentários para “Carrapato e pulgas nos animais: como tratar?”

  1. Cecília

    Boa noite, eu tenho um cachorro de 1 mês e 10 dias, devo levar pra vacinar ainda o cachorro novinho?

    Responder
    • Equipe Estimação

      Cecília, você deve seguir todas as orientações do seu veterinário. Mesmo novinho, o cãozinho precisa de cuidados.

      Responder
  2. David

    O meu cão tem um grande infestacão e não consigo dar conta, são muitos! O que posso fazer?

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)