As crianças e os animais formam uma dupla e tanto.Ter um bichinho de estimação desde a infância é uma experiência que a criança irá levar para toda a vida, visto que a convivência com animais só estimula os bons sentimentos e a noção de cuidado com o outro. Para os animais esta também é uma parceria muito alegre, pois ele não se sente sozinho, tem com quem brincar e gastar energia. Ambos só têm a ganhar!

Os benefícios da convivência entre crianças e animais são inúmeros. Com relação às crianças, é provado por estudos que as que têm e tiveram animais de estimação desde pequenas são mais auto confiantes, responsáveis e sensíveis. O bichinho de estimação estimula a preocupação e o cuidado com outro, tornando-as mais afetuosas, altruístas e socialmente abertas às necessidades alheias. O cuidado que um animal de estimação demanda, como higiene, passeios, carinhos e brincadeiras é alargado para toda a vida social da criança, que aprende a ter um comportamento não egoísta. Os sentimentos de autoestima também são estimulados, pois animais de estimação oferecem carinho, aconchego e companheirismo, fazendo as crianças se sentirem realmente amadas e queridas. Elas também se sentem importantes e úteis no próprio cuidado que necessitam ter com seus bichinhos. As pequenas responsabilidades que os pais incumbem às crianças em relação aos bichinhos de estimação passam a ser vistas não como uma obrigação, mas com um sentido de cuidado e respeito com aqueles que dependem de nós.

Cuidados entre crianças e animais

Animais de estimação e crianças

Para os pais que estão na dúvida diante do pedido de seus filhos que querem um bichinho de estimação, a nossa opinião é SIM! As vantagens, benefícios e ganhos são muito maiores que o trabalho que um animalzinho demanda. Além disso, quando certas medidas de higiene e profilaxia são tomadas, eles não oferecem nenhum risco à saúde das crianças. Seguindo as seguintes regras, você pode ficar tranquilo quanto à presença de um pet junto a seu filho:

  • Opte por um animal manso e amigável, que tenha no perfil de sua raça uma boa convivência com crianças.
  • Ensine a criança a não beijar o animal e a manter uma certa distância do nariz e da boca do pet.
  • Ensine a criança a lavar as mãos depois de brincar o animal, principalmente antes de comer.
  • Os vermes e pulgas são facilmente tratados com vermífugos e remédios.
  • Se o animal ficar doente, com alguma infecção ou doença de pele, afaste-o da criança até que o tratamento seja concluído.
  • Deixe as vacinas do seu animal sempre em dia.
  • Ensine a criança que o animal não deve ficar na cama, e faça-a ensinar essa regra ao animal.

Para concluir, julgamos totalmente benéfica a convivência entre crianças e animais. O desenvolvimento infantil é inegavelmente favorecido com essa companhia, dê esse presente a seu filho!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)