A questão da castração de animais é um tema controverso entre as pessoas em geral, mas entre os veterinários é quase uma unanimidade a necessidade de castração de gatos. A castração consiste na retirada do útero, trompas e ovários, no caso das fêmeas. Nos machos, na retirada dos testículos.

Mas por que a necessidade da castração?

  1. Primeiramente pela quantidade de gatos gerados em muito pouco tempo. Uma fêmea pode ter vários cios em um ano, e se acasalar, ela pode parir de 3 a 6 filhotes. Cada filhote gerará mais filhotes, e isso em progressão geométrica e catastrófica, pois é um número completamente desproporcional ao número de pessoas dispostas a adotar e cuidar de um gato. O número de gatos abandonados nas grandes cidades é assustador, fazendo com que os animais fiquem sujeitos à violência, envenenamento, atropelamento, frio e fome. Por mais que você tenha certeza de que permanecerá com seu gato até o fim da sua vida, e que os filhotinhos gerados serão doados para pessoas confiáveis, nada garante que esses filhotinhos não gerarão novos gatos e a partir daí não será gerado um círculo de abandono… Neste sentido a castração é a opção mais responsável. Não gerar novos filhotes em sua casa é também deixar a oportunidade para a adoção dos animais que já estão abandonados e que foram gerados sem acompanhamento.
  2. Além disso, a castração contribui para a boa saúde dos gatos, pois  diminui drasticamente o risco de doenças nas vias uterinas, do câncer de mama, útero, próstata e testículos. Diminui também o sofrimento do animal no cio. As gatas, por exemplo, gritam, uivam, miam muito quando estão no cio. A necessidade de acasalamento imposta pelo cio é tanta, que a gata sofre quando não cruza. O sofrimento é atestado pela sua inquietude, pelos seus barulhos e movimentos.
  3. O cio também é perigoso pois os casos de fuga são constantes neste período. Com a fuga, os animais se submetem aos mesmos perigos dos animais abandonados, correndo o risco de serem atropelados, envenenados e sofrerem maus tratos. Além disso os próprios animais se envolvem em brigas que podem ser muito perigosas para sua saúde e integridade.
  4. Outro fator favorável à castração é que ele diminuiu o hábito dos gatos de urinar em paredes e móveis para marcar território. A urina igualmente perde o odor forte e desagradável.
Castração de gato

Minha gatinha Lili CASTRADA!

 

Castração de gatos

Meu gatinho Girico CASTRADO!

Em suma, a castração não é uma imposição dos seres humanos aos animais, é um ato responsável que denota cuidado e preocupação. Lembre-se que não será tirado do gato o “prazer sexual”, pois esse prazer mesmo não existe! Não é um argumento válido contra a castração a comparação da sexualidade dos gatos com a nossa, pois eles cruzam não por prazer e vontade, mas por um instinto de reprodução que, quando eliminado, significa a eliminação de uma imposição da natureza que não tem nada a ver com satisfação e prazer, mas com a (simples) reprodução incessante da espécie. Com a castração espera-se que será eliminado todo um ciclo de abandono e descuido com os animais.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

3 comentários para “Castração de gatos : por que?”

  1. Germina Maria Barbosa Santos

    Obrigado pelas dicas pois também quero castrar o meu gato!

    Responder
  2. Juçara

    Gostaria de saber se é normal um gato castrado desde os 4 meses, apresentar comportamento sexual aos 4 anos, o meu gatinho Zezinho agora deu de fazer fucfuc nas almofadas, nos paninhos em tudo que encontra, qdo faz o famoso massa pão fica excitado, é normal?

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)