Alguns alimentos são tóxicos para os cães porque o organismo deles não se desenvolveu para processar alguns dos ingredientes desses alimentos. É necessário evitar que seu bichinho de estimação cheguem perto de alimentos tóxicos. Se por acaso chegarem e você suspeita que eles estejam intoxicados, ligue urgentemente para o veterinário responsável, e evite uma tragédia.

Alimentos tóxicos para cães: álcool

Bebidas alcoólicas e produtos alimentares que contenham álcool podem causar vômitos, diarreia, diminuição da coordenação, depressão do sistema nervoso central, dificuldade respiratória, tremores, acidez anormal do sangue, coma e até morte. Sob nenhuma circunstância deve ser dada qualquer quantidade de álcool para seu cão de estimação.

Frutas tóxicas para cães: abacate

Em alguns cães e gatos, o abacate pode causar uma leve perturbação do estômago, se o animal come uma quantidade significativa do abacate ou sua casca. A ingestão pode levar à obstrução no trato gastrointestinal, o que é uma situação grave que requer cuidados veterinários urgentes. Óleo de abacate, em pequenas quantidades, é inclusivo em rações para torná-las mais nutritivas, mas em doses que não fazem mal ao cão.

Chocolate, café e cafeína são tóxicos para os cães

Estes produtos contêm substâncias denominadas metilxantinas, que são encontradas em sementes de cacau, o fruto da planta utilizada para fazer café, e nas sementes de alguns frutos usados em alguns refrigerantes. Quando ingeridas por animais de estimação, metilxantinas podem causar vômitos e diarreia, deixar os animais ofegantes, com sede excessiva e urinando com frequência, hiperatividade, ritmo cardíaco anormal, tremores, convulsões e levar até a morte. O chocolate escuro é mais perigoso do que o chocolate de leite. O chocolate branco tem o menor nível de metilxantinas, enquanto chocolate usado para receitas culinárias tem a maior quantidade.

Alimentos tóxicos para cães

Vários alimentos podem fazer muito mal ao cão. Com a lista em mãos, o bom dono pode evitar que seu melhor amigo chegue perto de qualquer um desses alimentos. (Foto: www.thedailybeast.com)

Alimentos cítricos são tóxicos para cães

Os caules, folhas, cascas, frutos e sementes de plantas cítricas contêm quantidades variáveis de ácido cítrico, óleos essenciais que podem causar irritação e depressão do sistema nervoso central. Pequenas doses, como comer a fruta, não apresentam problemas graves além de dores pequenas no estômago. Porém, devem ser evitados ao máximo.

Coco e óleo de coco são tóxicos para cães

Quando ingeridos em pequenas quantidades, coco e produtos à base de coco não causam danos graves ao seu animal de estimação. A carne e leite de coco fresco contém óleos que podem causar dores de estômago, fezes moles ou diarreia. Devido a isso, tenha cuidado ao oferecer seus animais de estimação estes alimentos. A água de coco é rica em potássio e não deve ser dada ao seu animal de estimação. Caso seu cãozinho apresente qualquer problema, aplique os primeiros socorros e chame seu veterinário o quanto antes.

Não dê uvas e passas para seu cão

Embora a substância tóxica dentro de uvas e passas seja desconhecida, estas frutas podem causar insuficiência renal. Evite o máximo, não dando qualquer quantidade para seu cão.

Macadâmias para cachorros podem causar a morte

Macadâmia pode causar fraqueza, depressão, vômitos, tremores e hipertermia em cães. Sinais geralmente aparecem dentro de 12 horas após a ingestão e podem durar entre 12 e 48 horas.

Leite e laticínios não podem nem devem ser dados a cães

Cães não possuem quantidades significativas de lactase (enzima que quebra a lactose no leite). Leite e outros produtos à base de leite podem causar diarreia ou outros distúrbios digestivos.

Nozes e oleaginosas fazem mal para cães

Nozes e oleaginosas, incluindo amêndoas, nozes e castanha do pará, contêm grandes quantidades de óleos e gorduras. As gorduras podem causar vômitos e diarreia, e, potencialmente, pancreatite em animais de estimação.

Cebola, alho, e cebolinha também são tóxicos para cães

Estes legumes e ervas podem causar irritação gastrointestinal e poderia levar a danos aos glóbulos vermelhos. Embora os gatos sejam mais suscetíveis a estes alimentos, os cães também estão em risco se uma quantidade grande o suficiente é consumida.

Carnes, ovos, e ossos podem fazer mal para o cachorro

Carne crua e ovos crus podem conter bactérias como a Salmonella e E. coli, que podem ser prejudiciais aos animais de estimação e seres humanos. Ovos crus contém uma enzima chamada avidina, que diminui a absorção de biotina (uma vitamina B) e que podem levar a problemas de pele e pelagem. Dar ossos crus seu animal de estimação pode parecer uma opção natural e saudável. No entanto, isso pode ser muito perigoso para um animal doméstico, que pode engasgar com ossos, ou sofrer uma grave lesão por uma lasca de osso e se aloja ou perfure trato digestivo do seu animal de estimação. Lembramos sempre nossos leitores: escolha uma boa ração para seu bichinho de estimação, que é a melhor opção nutricional para ele.

Sal, salgadinhos e petiscos para humanos não são para cachorros!

Grandes quantidades de sal pode produzir sede excessiva micção excessiva, ou mesmo envenenamento do por íons de sódio em animais de estimação. Sinais de que seu animal de estimação pode ter comido alimentos salgados demais incluem vômitos, diarreia, depressão, tremores, temperatura corporal elevada, convulsões e até a morte. Como tal, nós encorajamos você a evitar a dar lanches pesados em sal para seu cão, tais como batatas fritas e pipoca salgada.

Xilitol é um perigo para cães!

Xilitol é usado como adoçante em muitos produtos, incluindo goma, doces, bolos, biscoitos e cremes dentais. Ele pode causar a libertação de insulina na maioria das espécies, o que pode levar à insuficiência hepática. O aumento da insulina leva a hipoglicemia (níveis de açúcar reduzidos). Os sinais iniciais de intoxicação incluem vômitos, letargia e perda de coordenação. Sinais podem evoluir para convulsões. enzimas hepáticas elevadas e insuficiência hepática, que podem acontecer em poucos dias.

Massas com fermento: tóxica para cães!

Massas com fermento podem causar gases que se acumulam no sistema digestivo do seu animal de estimação. Isso pode ser doloroso e pode levar o estômago a inchar e, potencialmente, se torcer, tornando-se uma ameaça à vida do cão.

Em qualquer caso, urgentemente: ligue para o veterinário do seu bichinho de estimação, e aplique os primeiros socorros. O quanto antes você cuidar da intoxicação, melhor para a saúde do seu cão.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)