Continuando o texto sobre aquário para peixes I, outros elementos imprescindíveis para o aquário são a iluminação, a temperatura e a oxigenação da água garantida pelos filtros. Saiba mais a respeito desses itens.

Iluminação:

Como a maioria dos aquários estão localizados em partes cobertas, a luz artificial é imprescindível, tanto para o aspecto estético que realça os elementos do aquário, quanto para o desenvolvimento das plantas que realizam fotossíntese. Curiosamente os peixes se alimentam em momentos de maior claridade. Deste modo a iluminação contribuirá para a nutrição e aproveitamento dos alimentos pelos peixes. As lâmpadas adequadas para os aquários são as fluorescentes, ou “frias”, como são chamadas no mercado. Embora elas sejam encontradas em vários lugares e supermercados, opte pelas apropriadas para aquários, pois geralmente elas podem ser instaladas em tampas para aquário ou em luminárias próprias. A proporção de escolha da potência e quantidade da lâmpada está de acordo com o número de litros do aquário. A proporção adequada é de 1 watt para cada 2 litros de água.

Aquecimento:

A temperatura básica dos aquários gira em torno de 25 graus.  Para que a temperatura seja mantida os aquecedores e termostatos elétricos são a melhor opção. A temperatura pode ser medida com termômetros, que podem ser flutuantes ou digitais. Já a potência dos aquecedores geralmente obedece o cálculo de 1 watt  para cada 1 l de água. O uso de aquecedor nunca deverá acontecer sem a interferência do termostato, pois corre-se o risco do “cozimento” e morte dos peixes. Para se livrar do risco você pode deixar o aquecedor ligado na metade da potência recomendada, o que irá aumentar a temperatura da água aos poucos e permitirá a interferência manual.

Temperatura do aquário

Usar termostato no aquário

 

Oxigenação e filtragem:

Por estarem fechados e protegidos, os aquários em geral oferecem pouca oportunidade de auto renovação da água, o que por sua vez já acontece na natureza, como em lagos e rios. Assim, para a boa oxigenação da água são necessários equipamentos, tais como filtros e oxigenadores. As plantas que fazem parte da decoração do aquário não devem ser encaradas como as responsáveis pela oxigenação do aquário, pois elas mesmas consumirão à noite o oxigênio produzido durante o dia.

Os filtros instalados nos aquários promovem a oxigenação da água e eliminação do gás carbônico pela simples produção de borbulhas e movimentação da água do aquário.

Existem três tipos de filtragem possíveis para aquário. A biológica, a fina e a mecânica. A escolha do filtro varia de acordo com o tamanho do aquário e o tamanho e quantidade de peixes. É desejável que se concilie os três tipos de filtragem em um filtro ou mais de um. O mais utilizado é o filtro com uma placa de fundo, é um filtro biológico que concilia a filtragem mecânica, pois ele utiliza o substrato do fundo como fixador de bactérias e elemento filtrante.

Filtro para aquário

Filtragem de aquário

E então? As dicas foram úteis para você? Deixe um comentário!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)