Se você mora em apartamento e quer ter um cachorro de estimação, deve antes se informar sobre as melhores raças de cães para apartamento. Pra começar, é fácil imaginar que se tratam de cachorros pequenos. Listamos as principais características de um cão ideal para apartamento bem como algumas dicas para que ele se adapte bem ao ambiente.

Características das melhores raças de cachorros para apartamentos

O porte do cachorro escolhido deve ser pequeno pois ele se adapta melhor ao apartamento e seu tamanho limitado. Por ser pequeno, o cachorro também não sente necessidade de gastar tanta energia quanto os cachorros de porte maior, que ficam estressados e deprimidos em ambientes pequenos.

A raça deve ser mais silenciosa, não ter o hábito de latir muito alto e frequentemente. Os vizinhos devem ser levados em conta ao ter um animal de estimação, pois a boa convivência com os vizinhos é algo essencial a quem vive em um apartamento.

Em 2009 O G1 fez uma lista com as raças de cachorros mais recomendados para apartamentos, com as fotos, características físicas e detalhes no temperamento. Veja um pouco mais sobre as diferentes raças abaixo.

Raças de cães para apartamento

Raças de cães para apartamento devem ser silenciosas e não serem muito grandes. Cães menores tem menos energia e fazem menos bagunça. A foto mostra muito bem as melhores raças para apartamento. (Foto: G1)

O cachorro não deve ser do tipo ansioso quando fica sozinho. Choros, arranhar portas e latidos de cachorros sozinhos em casa são motivos frequentes de reclamação de vizinhos. Procure raças mais independentes ou procure você treinar o cachorro a não ser tão dependente de você ou dos membros da sua família.

Os cães de apartamento devem poder manter o pelo curto para não espalharem pelos pelo apartamento. Ter que limpar o apartamento todos os dias por causa de pelos de bichinhos de estimação não é algo muito bom, e dá muito mais trabalho do que você imagina.

Compre brinquedos para o seu cachorro, já que no apartamento provavelmente não há uma área externa para o cachorro se distrair e inventar brincadeiras. Os brinquedos são importantes para quando o cachorro ficar sozinho em casa, e não destruir móveis, itens de decoração, eletrodomésticos e aparelhos eletrônicos.

Passeie todos os dias com seu cão. Leve-o em parques, praças para que ele possa correr e tomar sol. Independente da raça, ele precisa se exercitar, fortalecer os músculos e gastar energia. É interessante também levar seu bichinho para conhecer outros, socializar. Muitas raças precisam desse contato com outros cães para não ficarem depressivos.

Se você não quer que o cachorro faça suas necessidades no apartamento, condicione-o a fazer na rua (você irá limpar, é claro!), mas desde que você seja compromissado em sair algumas vezes por dia com seu cão.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO prescrevemos substâncias ou tratamentos veterinários. NUNCA faça tratamentos em seu animal ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um veterinário.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)